sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

Jordânia: não haverá paz no Oriente Médio sem solução da questão palestina


Da AFP

O rei Abdullah II da Jordânia afirmou nesta quinta-feira que a paz no Oriente Médio e mais adiante só poderá ser alcançada caso a questão da Palestina seja resolvida, durante abertura de uma conferência sobre o Mediterrâneo em Roma.
"Enquanto os direitos dos palestinos não forem respeitados, milhões de pessoas no mundo se mostrarão cínicas a respeito da realidade da justiça internacional", declarou o rei na ocasião dessa conferência titulada "Med 2015".
Um ponto de vista compartilhado pelo secretário geral da Liga Árabe, Nabil Elaraby, recordando que muitas resoluções das Nações Unidas, votadas por unanimidade no Conselho de Segurança, nunca foram aplicadas.
Abdullah também se referiu à "carga" que representam os refugiados sírios para seu país.
A Jordânia acolhe atualmente cerca de 1,4 milhão de refugiados sírios, o equivalente a "um para cinco jordanos", indicou o monarca. "Um quarto de nosso orçamento nacional é gasto em custos relativos aos refugiados".
O rei considerou ser "um dever moral" continuar acolhendo palestinos, mas lamentou que a Jordânia e outros países da região suportem "a carga dos refugiados em nome de toda a comunidade internacional".
O CORREIO DE DEUS
O CORREIO DE DEUS

This is a short biography of the post author. Maecenas nec odio et ante tincidunt tempus donec vitae sapien ut libero venenatis faucibus nullam quis ante maecenas nec odio et ante tincidunt tempus donec.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO!

Desde já quero informar que todos serão responsabilizados pelos seus comentários!

Comentem mas com pudor e serenidade, pois só serão aceitos comentários que somam para o assunto caso contrário não serão publicados. Críticas são bem vindas desde que tenham coerência no que estão falando. E comentários de links e propagandas de outras páginas não serão publicados também. Temos uma visão conservadora e não desviaremos o foco do pensamento bíblico. Att; SITE O CORREIO DE DEUS

Grato pela atenção de todos.