Desde que tomaram grandes territórios na Síria e no Iraque, membros do EI (Estado Islâmico) estão condenando pessoas arbitrariamente, de acordo com sua interpretação radical da sharia, a lei islâmica, e impondo punições cruéis pelos supostos crimes.

Nesta quarta-feira (2), foram divulgadas imagens de mais um homem condenado a ser atirado de um prédio por acusações de ser gay. Antes da morte, na cidade síria de Palmira, terroristas perguntaram a Hawas Mallah se ele estava feliz com a pena. Ele respondeu: "Eu preferia que vocês atirassem em mim".

Fonte: R7

Postar um comentário

AVISO!

Desde já quero informar que todos serão responsabilizados pelos seus comentários!

Comentem mas com pudor e serenidade, pois só serão aceitos comentários que somam para o assunto caso contrário não serão publicados. Críticas são bem vindas desde que tenham coerência no que estão falando. E comentários de links e propagandas de outras páginas não serão publicados também. Temos uma visão conservadora e não desviaremos o foco do pensamento bíblico. Att; SITE O CORREIO DE DEUS

Grato pela atenção de todos.

Author Name

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.