O Seu portal conservador de notícias, Evangelismo e Informação em defesa da fé Cristã

  • Últimas Notícias

    07 dezembro 2015

    Governo Norueguês toma à força os filhos de um casal por estarem recebendo "Doutrinas Cristãs"


    Uma família cristã na Noruega perdeu recurso judicial para reaver a guarda dos seus filhos, depois que o governo tomou à força cinco filhos de sua casa. 
    Essa notícia causou comoção e indignação na comunidade cristã local.

    Marius Bodnariu - romeno, e sua esposa Ruth - norueguesa, ex-membros da Igreja Pentecostal do em Bucareste, mudaram-se para Naustdal - Noruega há 10 anos, onde criaram seus 5 filhos nos ensinamentos cristãos.
    Conforme relatado por Marius, no dia 16 de Novembro os serviços de bem-estar infantil da Noruega foram até a escola onde seus 2 filhos mais velhos estudavam e os recolheu sem dar maiores explicações e sem o conhecimento dos pais.
    Mais tarde naquele mesmo dia a polícia chegou na casa da família Bodnarius duas filhas, deixando com a mãe apenas o bebê de três meses de idade, que foi no dia seguijnte também foi levado pela polícia.

    Dois dias depois, o serviço de bem-estar infantil notificou os pais que seus filhos estavam sob a guarda de duas famílias, ou seja - haviam sido separados. 
    Um dos funcionários ainda disse para Ruth:
    "As crianças nem sequer sentiram sua falta! Que tipo de mãe é você?" 

    Marius e Ruth foram posteriormente informados pelo governo de que eles eram culpados de "radicalismo e doutrinação cristã".

    A ação do governo foi motivada pelo diretor da escola, que se sentiu incomodado pelo comportamento "demasiadamente cristão" das crianças, e que sua crença de que Deus castiga o pecado "faz mal às outras crianças."

    O diretor também citou preocupações sobre a disciplina utilizada na casa da família, dando a entender que sofriam algum tipo de castigo corporal. 
    Todas as crianças foram ouvidas e examinadas (o bebê de 3 meses de idade foi submetido inclusive a raios-x e tomografia computadorizada), contudo não foi constatado sinais de abuso físico ou violência.

    A audiência, realizada no dia 27 de Novembro, negou o recurso da família Bodnarius para reaver a guarda dos seus filhos. 
    O tribunal decidiu, em vez disso, que eles deveriam permanecer sob os cuidados de seus pais adotivos, obrigando Marius e Ruth a visitar seu bebê de apenas três meses de idade duas vezes por semana, durante um curto período de duas horas. 
    Eles podem ver seus dois filhos mais velhos da mesma forma, mas o tribunal negegou o direito de visitação para suas filhas.

    Enquanto isso, uma petição iniciada em apoio a família já recolheu mais de 30.000 assinaturas e uma página no Facebook, para que a justiça reconsidere.

    Opinião:

    Veja que mesmo em meio à todos esses problemas, os pais não negaram sua fé em Cristo!
    Isso sim é Fé e convicção em Deus!

    Quanto ao diretor e ao tal "bem-estar infantil" Norueguês... sua recompensa os espera:

    "Mas, qualquer que fizer tropeçar um destes pequeninos que crêem em mim, melhor lhe fora que se lhe pendurasse ao pescoço uma pedra de azenha, e se submergisse na profundeza do mar.
    Ai do mundo, por causa dos escândalos; porque é necessário que venham escândalos, mas ai daquele homem por quem o escândalo vem!"
    Mateus 18:6,7

    Veja que Jesus faz uma séria advertência aqueles que fazem mal às crianças... ainda mais sem motivo algum, apenas por amor e apego ao evangelho.

    Temos visto ocorrer cada vez coisas mais surpreendentes e inéditas, e isso é bíblico!
    A humanidade está caminhando para o tempo final.

    Estejamos firmes em Cristo!

    Paz,

    Por Leonardo Souza




    Sobre

    Exclusivamente voltado para matérias informativas em questões apologéticas, notícias e estudos bíblicos, este site tem o objetivo de servir como ferramenta de evangelização bem como alerta e preparo à igreja cristã sobre os últimos eventos que antecedem a Volta Gloriosa de nosso Senhor Jesus Cristo.

    Termos de Uso

    Você está autorizado e incentivado a reproduzir e distribuir os artigos em qualquer formato, desde que informe o(a) autor(a) e a fonte do artigo, bem como as fontes intermediárias, inclusive o Site "O Correio de Deus". Não é permitido a alteração do conteúdo original sem a devida notificação de alteração em cópia extraída deste site e muito menos a utilização para fins comerciais.
    Licença Creative Commons
    Este trabalho está licenciado com uma Licença