O Seu portal conservador de notícias, Evangelismo e Informação em defesa da fé Cristã

  • Últimas Notícias

    13 outubro 2015

    Jihadistas do Estado Islâmico pretendem decapitar o papa e transmitir pela internet


    ''Jihadistas do Estado Islâmico pretendem decapitar o papa e transmitir pela internet''

    Robert Spencer é um estudioso do Islã e mantém o conhecido site Jihah Watch. Ele está lançando um novo livro, chamado “Infidel’s Guide to ISIS” [O guia do infiel para compreender o ISIS]. ISIS ou ISIL é o nome original do grupo terrorista que prefere ser chamado de Estado Islâmico (EI) desde que inaugurou o novo califado.
    Segundo o entendimento dos radicais islâmicos, a “batalha final”, que os cristãos chamam de Armagedom, ocorrerá em 2025. Porém, antes disso eles acreditam que algumas profecias precisam se cumprir.
    Uma das mais importantes é a conquista de Roma, incluindo o Vaticano. O EI fala constantemente sobre a necessidade de se preparar o retorno do messias muçulmano: o Mahdi.
    Segundo Spencer, “O EI trabalha com um calendário onde em 10 anos, perto do ano 2025, ocorrerá o Armageddon, a luta final entre o bem e o mal, ou entre os muçulmanos e os não-muçulmanos”. Contudo, a conquista de Roma deve ocorrer dentro dos próximos cinco anos, até 2020.
    Eruditos muçulmanos dizem que Maomé profetizou que as duas grandes cidades romanas seriam conquistadas: Roma e Constantinopla. A antiga Constantinopla chama-se hoje Istambul, e já é uma cidade muçulmana.
    O autor do livro enfatiza que imediatamente após a tomada de Roma, o EI pretende conquistar a Arábia Saudita e o Irã. Para ele, a primeira fase desse plano já está em andamento. Spencer acredita que existem centenas, talvez milhares de soldados do ISIS entrando na Europa em meio a atual crise de refugiados.
    O Estado Islâmico revela parte de seu plano em uma publicação on-line chamada “Bandeiras negras de Roma”. Ele vai usar células terroristas que já estão reunindo muçulmanos que serviram nos exércitos europeus e recrutando novos simpatizantes.
    No seu “Guia”, o estudioso mostra que a conquista de Roma “será o sinal completo da superioridade do Islã sobre o cristianismo, marcando a derrota do cristianismo”. Para isso, o papa deverá ser decapitado em praça pública, com a execução transmitida para o mundo todo.
    Dentro de sua visão escatológica, tudo culminará em uma batalha contra os exércitos infiéis próximos a Dabiq, na Síria, cidade que eles já conquistaram. “Essa é a sua versão do Armagedom, ressalta Spencer. “Então Jesus se unirá ao profeta muçulmano, o Mahdi, e juntos irão conquistar e islamizar o mundo”, finaliza
    Ao mesmo tempo, o autor e especialista em Islã William McCants também lançou um livro sobre o tema. O título é sugestivo “The Apocalypse ISIS” [O Apocalipse do ISIS], onde faz as mesmas alegações. Para ele, o Estado Islâmico já está na Europa e tem bases do outro lado do mar, no Norte da África. Essa crença dos soldados na vitória que teria sido profetizada por Maomé não os deixa desistir de lutar e acreditar que a conquista de Roma virá em breve.

    Com informações CBN

    Sobre

    Exclusivamente voltado para matérias informativas em questões apologéticas, notícias e estudos bíblicos, este site tem o objetivo de servir como ferramenta de evangelização bem como alerta e preparo à igreja cristã sobre os últimos eventos que antecedem a Volta Gloriosa de nosso Senhor Jesus Cristo.

    Termos de Uso

    Você está autorizado e incentivado a reproduzir e distribuir os artigos em qualquer formato, desde que informe o(a) autor(a) e a fonte do artigo, bem como as fontes intermediárias, inclusive o Site "O Correio de Deus". Não é permitido a alteração do conteúdo original sem a devida notificação de alteração em cópia extraída deste site e muito menos a utilização para fins comerciais.
    Licença Creative Commons
    Este trabalho está licenciado com uma Licença