Diante do aumento das tensões na Cisjordânia e em Jerusalém, o presidente palestino Mahmud Abbas denunciou o governo israelense por arrastar a região a um ciclo de hostilidades.

Abbas declarou ainda que Jerusalém tenta escapar de problemas políticos e do isolamento internacional através de confrontos na Esplanada das Mesquitas e ataques a colonos.

O comunicado do gabinete palestino foi divulgado após o primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu anunciar novas medidas de segurança em resposta à recente onda de violência.

Algumas horas antes, Israel bombardeou um alvo na Faixa de Gaza, em represália ao lançamento de foguetes contra o sul do território israelense.

Partidários do grupo Estado Islâmico reivindicaram as ações contra o território israelense das últimas semanas.

Mas Israel considera que o Hamas, que governa a Faixa de Gaza, é responsável pelos incidentes.

Neste domingo, a polícia tomou a medida de fechar a Cidade Velha de Jerusalém aos palestinos, após os ataques do sábado na parte antiga da cidade.

Em um dos atentados um palestino matou dois israelenses e feriu uma criança.

Da AFP

Postar um comentário

AVISO!

Desde já quero informar que todos serão responsabilizados pelos seus comentários!

Comentem mas com pudor e serenidade, pois só serão aceitos comentários que somam para o assunto caso contrário não serão publicados. Críticas são bem vindas desde que tenham coerência no que estão falando. E comentários de links e propagandas de outras páginas não serão publicados também. Temos uma visão conservadora e não desviaremos o foco do pensamento bíblico. Att; SITE O CORREIO DE DEUS

Grato pela atenção de todos.

Author Name

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.