quarta-feira, 9 de setembro de 2015

Visita de Netanyahu provoca manifestações em Londres



A polícia teve de separar dois grupos, um pró-Palestina e outro pró-Israel, diante da residência do primeiro-ministro britânico, David Cameron, pela visita do chefe de Governo israelense, Benjamin Netanyahu

Duas manifestações, uma pró-palestina e outra pró-israelense, aconteceram nesta quarta-feira em Downing Street, diante da residência do primeiro-ministro britânico, David Cameron, pela visita do chefe de Governo israelense, Benjamin Netanyahu.

A polícia teve de separar os dois grupos. Pelo menos dois manifestantes foram detidos após um rápido confronto.

"Um pequeno número de manifestantes foi preso por crimes como obstrução, agressão e degradação de veículos", relatou a polícia, em nota.
O lado favorável aos palestinos tinha 400 manifestantes, e a área pró-Israel, cerca de 100.

O primeiro-ministro israelense desembarcou na tarde desta quarta-feira em Londres, mas deve se reunir com Cameron somente amanhã. No dia seguinte, retornará para Israel.

Em sua chegada, Netanyahu voltou a criticar o acordo sobre o programa nuclear iraniano e afirmou que não tem ilusões quanto às intenções do guia supremo do Irã, o aiatolá Ali Khamenei. De acordo com o comunicado divulgado pelo governo israelense, Khamenei pretende "destruir o Estado de Israel".

Netanyahu pediu aos "Estados responsáveis que cooperem para conter o terrorismo iraniano e suas agressões, que vão apenas aumentar como resultado desse acordo".

Ativistas contrários à sua visita gritaram palavras de ordem como "Parem Netanyahu", ou "criminoso de guerra", e levavam cartazes, chamando-o de "assassino de crianças". Pelo menos duas faixas do Hezbollah podiam ser vistas no meio do protesto. Em frente, uma multidão agitava a bandeira de Israel.

Mais de 108.000 pessoas assinaram um manifesto no site do Parlamento, pedindo a detenção de Netanyahu por "crimes de guerra", particularmente durante a última grande ofensiva israelense em Gaza, em 2014.

A embaixada de Israel em Londres qualificou o abaixo-assinado como "golpe publicitário insignificante".

AFP
O CORREIO DE DEUS
O CORREIO DE DEUS

This is a short biography of the post author. Maecenas nec odio et ante tincidunt tempus donec vitae sapien ut libero venenatis faucibus nullam quis ante maecenas nec odio et ante tincidunt tempus donec.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO!

Desde já quero informar que todos serão responsabilizados pelos seus comentários!

Comentem mas com pudor e serenidade, pois só serão aceitos comentários que somam para o assunto caso contrário não serão publicados. Críticas são bem vindas desde que tenham coerência no que estão falando. E comentários de links e propagandas de outras páginas não serão publicados também. Temos uma visão conservadora e não desviaremos o foco do pensamento bíblico. Att; SITE O CORREIO DE DEUS

Grato pela atenção de todos.