O líder supremo do Irã, aiatolá Ali Khamenei, disse nesta quarta-feira (9) que o "regime sionista", forma como Teerã se refere a Israel, não deverá existir mais daqui a 25 anos

O líder supremo do Irã, aiatolá Ali Khamenei, disse nesta quarta-feira (9) que o "regime sionista", forma como Teerã se refere a Israel, não deverá existir mais daqui a 25 anos. A mensagem foi publicada em seu site pessoal.
A declaração foi feita enquanto ele comentava sobre a rejeição de Israel ao acordo sobre o programa nuclear entre os iranianos e as potências do grupo 5+1 -EUA, Reino Unido, França, Rússia, China e Alemanha.
"Depois das negociações nucleares, o regime sionista disse que eles não se preocupariam com o Irã nos próximos 25 anos. Digo-lhes: primeiro, vocês não estarão por aqui daqui a 25 anos e, se Deus quiser, não existirá regime sionista daqui a 25 anos. Segundo, durante este período, o espírito da luta, do heroísmo e da guerra santa deixarão vocês preocupados a todo o momento."
Na mesma carta, ele voltou a dizer que não autorizará qualquer negociação do Irã com os EUA sobre qualquer tema que não seja o acordo sobre o programa nuclear. E pediu aos iranianos que nunca se esqueçam do "Grande Satã".

"Muitos querem mostrar este Satã como anjo, mas a nação iraniana expulsou este Satã. Não devemos permitir que ele fique se esgueirando e entre pela janela", disse, em outra mensagem no Twitter.

Assim, o líder supremo responde à ala moderada do governo que esperava negociar com os Estados Unidos em outras coisas, como uma solução pacífica para a guerra na Síria. Dentre eles, está o chanceler Mohammad Javad Zarif.

Por outro lado, o discurso duro nem sempre indica a posição do governo iraniano sobre uma negociação. No caso do acordo nuclear, as frases de Khamenei sempre foram mais duras que as do governo.

Na quarta (9), ele criticou o governo por não respeitarem sua posição política. "Os funcionários públicos devem respeitar o povo revolucionário e parar de degradá-lo chamando-os de extremistas."

Maior lobista contrário ao acordo nuclear, o primeiro-ministro de Israel, Binyamin Netanyahu, criticou Khamenei. "Ele não deixa espaço nenhum para que os apoiadores do acordo tenham alguma ilusão."

O tempo

Postar um comentário

  1. Frase simplória essa, pois SE DEUS QUISER NÃO HAVERÁ LUA DAQUI 25 ANOS ou qualquer outra coisa. Mas grato pela postagem

    ResponderExcluir
  2. kkkkkkkk. Rindo alto aqui, desse tolo.

    ResponderExcluir
  3. Rindo alto aqui, desse tolo. kkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir

AVISO!

Desde já quero informar que todos serão responsabilizados pelos seus comentários!

Comentem mas com pudor e serenidade, pois só serão aceitos comentários que somam para o assunto caso contrário não serão publicados. Críticas são bem vindas desde que tenham coerência no que estão falando. E comentários de links e propagandas de outras páginas não serão publicados também. Temos uma visão conservadora e não desviaremos o foco do pensamento bíblico. Att; SITE O CORREIO DE DEUS

Grato pela atenção de todos.

Author Name

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.