O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, exigirá que os palestinos parem com "sua incitação à violência" na Esplanada das Mesquitas, em Jerusalém, em seu discurso diante da Assembleia Geral da ONU na quinta-feira.
"Israel deseja a paz com os palestinos que seguem difundindo mentiras sobre nossa política no Monte do Templo (nome que os judeus utilizam para se referirem à Esplanada das Mesquitas). Vou exigir que parem esta incitação à violência", declarou Netanyahu, que viajou aos Estados Unidos na terça-feira.
Nesta terça-feira, voltaram a estourar confrontos na Esplanada das Mesquitas, onde os palestinos tentam alterar as visitas de judeus a este lugar, cujo número aumentou devido às celebrações da festa judaica de Sukkot, ou dos Tabernáculos.
Os palestinos temem que o aumento das visitas de fiéis judeus à Esplanada seja um passo à frente na tomada de controle das autoridades judaicas neste local, terceiro lugar sagrado do Islã.
A Esplanada das Mesquitas, venerada também pelos judeus, está localizada na cidade velha em Jerusalém Leste anexada e ocupada por Israel, o que a coloca no centro do conflito israelense-palestino.
"Israel se comprometeu a respeitar o status quo e o faz, enquanto os palestinos fazem entrar neste local armas de combates, dessacralizando este lugar santo e rompendo o status quo", acusou o primeiro-ministro israelense.
Netanyahu fará um discurso diante da Assembleia Geral da ONU e se encontrará com o secretário de Estado americano, John Kerry.
Netanyahu falará também sobre a situação na Síria, os "perigos do islamismo que se reforça na região" e o acordo com o Irã que continua se opondo.
O presidente palestino, Mahmud Abbas, discursará na quarta-feira na tribuna da ONU.

Da AFP

Postar um comentário

AVISO!

Desde já quero informar que todos serão responsabilizados pelos seus comentários!

Comentem mas com pudor e serenidade, pois só serão aceitos comentários que somam para o assunto caso contrário não serão publicados. Críticas são bem vindas desde que tenham coerência no que estão falando. E comentários de links e propagandas de outras páginas não serão publicados também. Temos uma visão conservadora e não desviaremos o foco do pensamento bíblico. Att; SITE O CORREIO DE DEUS

Grato pela atenção de todos.

Author Name

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.