quarta-feira, 23 de setembro de 2015

Maria é intercessora com JESUS?



O relacionamento ideal do homem com Deus se baseia em algumas bases simples. Do homem se espera fé nas promessas de Deus e obediência a seus mandamentos, enquanto de Deus se espera que Ele cumpra estas promessas, o que Ele sempre fará devido a Seu caráter honesto e santo.

Sem fé é impossível agradar a Deus, pois quem dele se aproxima precisa crer que ele existe e que recompensa aqueles que o buscam. (Hebreus 11:6)

Mesmo antes do sacrifício e ressureição de Jesus Cristo, a fé do homem na capacidade Deus cumprir suas promessas era suficiente para justificá-lo aos olhos de Deus.

Que diz a Escritura? "Abraão creu em Deus, e isso lhe foi creditado como justiça." (Romanos 4:3)

Portanto, Deus leva muito a sério suas promessas. Quando Jesus nos diz que é o caminho, a verdade e a vida, e que ninguém chega ao Pai senão por ele, devemos acreditar. O Apóstolo Paulo reforça esta promessa ao dizer em (1 Tim 2:5) que há apenas um Deus e um mediador entre Ele e a humanidade, Jesus Cristo (ideia reforçada em Heb 8:6). Por tal razão temos a certeza que podemos ir direto ao Pai com nossas súplicas e orações.

Cristo é o nosso supremo sacerdote;

Portanto, visto que temos um grande sumo sacerdote que adentrou os céus, Jesus, o Filho de Deus, apeguemo-nos com toda a firmeza à fé que professamos,
pois não temos um sumo sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas, mas sim alguém que, como nós, passou por todo tipo de tentação, porém, sem pecado.
Assim, aproximemo-nos do trono da graça com toda a confiança, a fim de recebermos misericórdia e encontrarmos graça que nos ajude no momento da necessidade. 
(Hebreus 4:14-16)

Portanto, causa grande espanto o dogma da Igreja Católica que ignora completamnete as escrituras ao afirmar que Maria seja a mediadora entre o crente e Jesus em um documento chamado Lumen gentium. A razão, segundo o Vaticano, é que Maria sofreu ao ver Jesus na cruz. Porém, não foi o sofrimento de Jesus que expiou nossos pecados, mas sim o seu sangue, o seu sacrifício que somente poderia ter sido feito por alguém totalmente perfeito e sem pecados.

A Igreja Católica coloca então, a imagem de um Jesus surdo e cheio de cólera contra os que nEle creem, um Jesus que pode apenas ser acalmado através das súplicas de Maria pelos fiéis que a a idolatram e que para ela rezam. Desta forma, cria-se uma idolatria onde a figura de adoração e veneração é Maria, e não Jesus. Junte-se a isso a ideia do purgatório, uma invenção que não se encontra na Bíblia, e completa-se a total escravidão do católico, baseada no medo e controle total do indivíduo pela igreja. Nesse triste mundo, não há há liberdade e alegria da aceitação por Jesus, mas uma relação neurótica de súplicas que nunca se sabe se serão atendidas por um Jesus duro e insensível. O contrário de toda a promessa do Evangelho.

Lembre-se leitor, a promessa de Deus é de liberdade em Cristo.

Foi para a liberdade que Cristo nos libertou. Portanto, permaneçam firmes e não se deixem submeter novamente a um jugo de escravidão. (Gálatas 5:1)

Portanto, se o Filho os libertar, vocês de fato serão livres. (João 8:36)

Ao duvidar da promessa de Deus e colocar Maria em seu lugar, o Vaticano não apenas cria idolatria, mas renega o compromisso, o testamento de Deus, atacando Seu próprio caráter santo e verdadeiro. Somos justificados quando acreditamos nas promessas de Deus, e nunca quando duvidamos ! Cristão, fique firme na promessa! Jesus lhe escuta, fale com Ele.

Porque há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo homem. (1 Timóteo 2:5)

Por Marcos Dutra
MD
MD

This is a short biography of the post author. Maecenas nec odio et ante tincidunt tempus donec vitae sapien ut libero venenatis faucibus nullam quis ante maecenas nec odio et ante tincidunt tempus donec.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO!

Desde já quero informar que todos serão responsabilizados pelos seus comentários!

Comentem mas com pudor e serenidade, pois só serão aceitos comentários que somam para o assunto caso contrário não serão publicados. Críticas são bem vindas desde que tenham coerência no que estão falando. E comentários de links e propagandas de outras páginas não serão publicados também. Temos uma visão conservadora e não desviaremos o foco do pensamento bíblico. Att; SITE O CORREIO DE DEUS

Grato pela atenção de todos.