O Seu portal conservador de notícias, Evangelismo e Informação em defesa da fé Cristã

  • Últimas Notícias

    20 agosto 2015

    Vídeo mostra planos do Irã para a invasão de Israel


    Como seria uma invasão islâmica de Israel? Um vídeo de animação está sendo compartilhado pela internet e fazendo sucesso entre os muçulmanos. Em menos de dois minutos, o material defende a união de todos os seguidores de Maomé para a “destruição inevitável” de Israel.
    O vídeo produzido por uma organização extremista iraniana mostra a união dos exércitos do Irã e grupos terroristas como o Hamas e o Hezbollah, se preparando para marchar sobre Jerusalém.
    As imagens revelam soldados e agentes da Guarda Revolucionária Iraniana, da organização Shia Badr e das Brigadas Kassam totalmente armados e preparados para a guerra.  Cada um deles pode ser identificado pelas suas vestes características e faixas usadas na cabeça.
    A mensagem em árabe avisa: “A juventude definitivamente verá esse dia” em que Israel deve ser “apagado dos anais da história.”
    Mês passado, o aiatolá Ali Khamenei lançou um livro pedindo a destruição de Israel e que a solução para a região é um Estado único (Palestino).
    O líder supremo iraniano defende ser “prático e lógico” que Israel volte a ser domínio muçulmano. Defende que seu plano iria promover “a hegemonia do Irã”, e a remoção de “hegemonia do Ocidente” do Oriente Médio.
    Esta semana, o aiatolá usou sua conta no Twitter para apregoar o endurecimento da “resistência” na Palestina. Com informações de Jerusalem Post e The Blaze

    Assista:

    Sobre

    Exclusivamente voltado para matérias informativas em questões apologéticas, notícias e estudos bíblicos, este site tem o objetivo de servir como ferramenta de evangelização bem como alerta e preparo à igreja cristã sobre os últimos eventos que antecedem a Volta Gloriosa de nosso Senhor Jesus Cristo.

    Termos de Uso

    Você está autorizado e incentivado a reproduzir e distribuir os artigos em qualquer formato, desde que informe o(a) autor(a) e a fonte do artigo, bem como as fontes intermediárias, inclusive o Site "O Correio de Deus". Não é permitido a alteração do conteúdo original sem a devida notificação de alteração em cópia extraída deste site e muito menos a utilização para fins comerciais.
    Licença Creative Commons
    Este trabalho está licenciado com uma Licença