Segundo fontes de segurança, os projéteis provocaram princípios de incêndios

AFP
Quatro foguetes lançados do lado sírio das Colinas de Golã caíram nesta quinta-feira no norte de Israel, sem deixar vítimas, indicou o exército.
Segundo fontes de segurança, os projéteis provocaram princípios de incêndios. Não se sabe quem os lançou ou as razões destes disparos.

Seu alcance, assim como o envio de quatro foguetes, diminui a probabilidade de que sejam projéteis lançados no contexto do conflito sírio e que por azar tenham passado para o lado israelense, como costuma ocorrer com frequência.

Em resposta, Israel advertiu nesta quinta-feira a Síria que pode haver consequências.

"Estes lançamentos são obra da Jihad Islâmica, que atua sob ordens do Irã, e consideramos que o governo da Síria é responsável", informou o exército israelense, ressaltando que os foguetes caíram na Galileia e na zona das Colinas de Golã ocupada por Israel.

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, e o ministro da Defesa Moshé Yaalon realizaram na terça-feira um giro de inspeção no norte, em meio a fortes medidas de segurança devido à presença do movimento armado libanês Hezbollah do outro lado da fronteira com o Líbano e pela guerra civil na Síria.

Israel ocupa desde 1967 1.200 km2 das Colinas de Golã, anexadas em 1981, enquanto 510 km2 seguem sob controle sírio. A anexação por Israel é considerada ilegal pela comunidade internacional.

Jornal O tempo

Postar um comentário

AVISO!

Desde já quero informar que todos serão responsabilizados pelos seus comentários!

Comentem mas com pudor e serenidade, pois só serão aceitos comentários que somam para o assunto caso contrário não serão publicados. Críticas são bem vindas desde que tenham coerência no que estão falando. E comentários de links e propagandas de outras páginas não serão publicados também. Temos uma visão conservadora e não desviaremos o foco do pensamento bíblico. Att; SITE O CORREIO DE DEUS

Grato pela atenção de todos.

Author Name

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.