Monróvia - Uma mulher liberiana morreu de ebola num hospital de Monróvia pouco depois de ser internada, tornando-se o sexto caso confirmado e a segunda morte desde que o vírus ressurgiu no mês passado, disse uma autoridade médica sênior nesta terça-feira.

A vítima, Kebbeh Kollie, morava perto da capital, Monróvia. Ela era a irmã de Cassius Kollie, um dos cinco casos de ebola descobertos no condado vizinho de Margibi, onde a doença ressurgiu depois de sete semanas de calmaria.

A detecção da doença na vítima levantou temores de que a infecção pode estar se espalhando na área do condado de Montserrado, que inclui a capital da Libéria.

Mais de 11.200 pessoas morreram de ebola desde que uma epidemia eclodiu em dezembro de 2013 na vizinha Guiné. A Libéria foi declarada livre da doença em 9 de maio, mas registrou um novo caso quase dois meses mais tarde. O surto também ainda está ativo em Serra Leoa e Guiné.

"Há um novo caso", disse o diretor médico da Libéria, doutor Francis Kateh, à Reuters. "Desta vez, a área de resposta é o condado de Montserrado. A pessoa morreu em Monróvia." Um relatório enviado a funcionários da saúde na unidade de resposta contra o ebola informou que a mulher morreu poucas horas após a internação, indicando que a vigilância de contatos conhecidos dos casos anteriores não tinha sido suficientemente rigorosa.

James Giahyue da Reuters

Exame
Marcadores:

Postar um comentário

AVISO!

Desde já quero informar que todos serão responsabilizados pelos seus comentários!

Comentem mas com pudor e serenidade, pois só serão aceitos comentários que somam para o assunto caso contrário não serão publicados. Críticas são bem vindas desde que tenham coerência no que estão falando. E comentários de links e propagandas de outras páginas não serão publicados também. Temos uma visão conservadora e não desviaremos o foco do pensamento bíblico. Att; SITE O CORREIO DE DEUS

Grato pela atenção de todos.

Author Name

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.