terça-feira, 2 de junho de 2015

Padre capelão é preso em SP suspeito de desviar dízimo



Um padre capelão da Polícia Militar de São Paulo foi preso suspeito de desviar o dízimo dos fiéis e ainda corre o risco de ser excomungado pela Igreja Católica.

Osvaldo Palópito, que é tenente-coronel, é acusado de diversos crimes militares: abandono de serviço, prevaricação e peculato, além de improbidade administrativa.

“Esse capelão praticou vários crimes, mas não em relação ao dinheiro público. O dinheiro que ele subtraída era da igreja, era o dinheiro dos fiéis, era o dízimo que ele subtraía para ele”, diz o secretário de Segurança Pública, Alexandre de Moraes.

O anúncio da prisão do capelão foi feito durante um evento da Polícia Militar que aconteceu no Sambódromo do Anhembi nesta quarta-feira (27). O capelão estava sendo investigado desde 2014 e a prisão foi determinada pela Justiça Militar a pedido do corregedor coronel Levi Anastácio Félix.

“O inquérito policial militar está sendo concluído para que imediatamente ao processo administrativo possa ser julgado e ele seja expulso, ou seja, como ele é da reserva ele será expulso e terá a aposentadoria cassada”, afirmou o secretário de Segurança Pública.


Osvaldo Palópito se aposentou em janeiro deste ano, antes disso era ele o capelão responsável pela Paróquia de Santo Expedito, localizada na Luz, região central de São Paulo, onde funcionava a Capelania Militar.

Não há informações sobre os valores exatos que foram apropriados indevidamente pelo acusado, mas em fevereiro deste ano o jornal Estadão chegou a citar o desvio de R$ 2 milhões da Capelania Militar.Com informações G1
O CORREIO DE DEUS
O CORREIO DE DEUS

This is a short biography of the post author. Maecenas nec odio et ante tincidunt tempus donec vitae sapien ut libero venenatis faucibus nullam quis ante maecenas nec odio et ante tincidunt tempus donec.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO!

Desde já quero informar que todos serão responsabilizados pelos seus comentários!

Comentem mas com pudor e serenidade, pois só serão aceitos comentários que somam para o assunto caso contrário não serão publicados. Críticas são bem vindas desde que tenham coerência no que estão falando. E comentários de links e propagandas de outras páginas não serão publicados também. Temos uma visão conservadora e não desviaremos o foco do pensamento bíblico. Att; SITE O CORREIO DE DEUS

Grato pela atenção de todos.