ROMA (Reuters) - O Vaticano concluiu seu primeiro tratado que reconhece formalmente o Estado da Palestina, um acordo para atividades da Igreja Católica em áreas controladas pela Autoridade Palestina, informou a Santa Sé nesta quarta-feira.

O acordo "visa melhorar a vida e as atividades da Igreja Católica e seu reconhecimento na esfera judicial", disse o monsenhor Antoine Camilleri, vice-ministro de Relações Exteriores do Vaticano, que liderou uma delegação de seis pessoas nas negociações.

O texto do tratado foi concluído e será assinado oficialmente pelas respectivas autoridades "no futuro próximo", informou um comunicado conjunto emitido pelo Vaticano.

Autoridades do Vaticano disseram que, apesar da importância do acordo, o documento não representa o primeiro reconhecimento do Estado da Palestina pela Santa Sé.

"Nós reconhecemos o Estado da Palestina desde quando recebeu reconhecimento da Organização das Nações Unidas, e já está listado como Estado da Palestina em nosso anuário oficial", disse o padre Federico Lombardi, porta-voz do Vaticano.

Em 29 de novembro de 2012, a Assembleia-Geral da ONU adotou uma resolução reconhecendo a Palestina como Estado observador não membro. A decisão foi saudada à época pelo Vaticano, que também ocupa a posição de observador não membro na ONU.

(Reportagem de Gavin Jones)

Postar um comentário

AVISO!

Desde já quero informar que todos serão responsabilizados pelos seus comentários!

Comentem mas com pudor e serenidade, pois só serão aceitos comentários que somam para o assunto caso contrário não serão publicados. Críticas são bem vindas desde que tenham coerência no que estão falando. E comentários de links e propagandas de outras páginas não serão publicados também. Temos uma visão conservadora e não desviaremos o foco do pensamento bíblico. Att; SITE O CORREIO DE DEUS

Grato pela atenção de todos.

Author Name

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.