sexta-feira, 22 de maio de 2015

Presidente Dilma defende criminalização da homofobia no Facebook


A página da presidente Dilma Rousseff no Facebook postou uma mensagem pedindo a criminalização da homofobia, cujo projeto foi arquivado pelo Senado em janeiro deste ano – sendo que o famigerado PLC 122/06 foi enterrado em janeiro de 2013. “A presidenta Dilma tem compromisso com o combate a todo tipo de violência, seja contra mulheres, negros ou homossexuais”, diz o texto publicado neste 17 de maio, Dia Internacional Contra a Homofobia. “Não podemos viver com processos de discriminação que levem à violência”, acrescenta a mensagem.

A criminalização da homofobia foi defendida por Dilma durante a campanha pelas eleições do ano passado. Já eleita, a presidente foi cobrada por movimentos sociais e garantiu, em janeiro, que lutaria por um projeto a respeito.


Em setembro do ano passado, em meio à campanha eleitoral, a presidente se posicionou contra a homofobia ao discursar na abertura da 69ª Assembleia Geral das Nações Unidas (ONU), em Nova York. No entanto, nenhum compromisso a respeito foi incluído, por escrito, no programa de governo definido para o segundo mandato.

Em seu controverso discurso na ONU, ela também chegou a defender o tema.


Fonte: Estadão

O CORREIO DE DEUS
O CORREIO DE DEUS

This is a short biography of the post author. Maecenas nec odio et ante tincidunt tempus donec vitae sapien ut libero venenatis faucibus nullam quis ante maecenas nec odio et ante tincidunt tempus donec.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO!

Desde já quero informar que todos serão responsabilizados pelos seus comentários!

Comentem mas com pudor e serenidade, pois só serão aceitos comentários que somam para o assunto caso contrário não serão publicados. Críticas são bem vindas desde que tenham coerência no que estão falando. E comentários de links e propagandas de outras páginas não serão publicados também. Temos uma visão conservadora e não desviaremos o foco do pensamento bíblico. Att; SITE O CORREIO DE DEUS

Grato pela atenção de todos.