NOVA DÉLHI (Reuters) - Altas temperaturas dominaram partes do sul e norte da índia em uma onda de calor extremo que já matou mais de 500 pessoas e tende a se manter nesta semana, de acordo com autoridades do país.

O lugar mais quente na Índia era Allahabad, que registrou 47,7 graus celsius no domingo, enquanto a capital Délhi registrou uma máxima de 43,5ºC.

A maior parte das 539 mortes foi de trabalhadores da construção, idosos e moradores de rua nos Estados de Andhra Pradesh e Telengana, de acordo com autoridades, mas algumas mortes também ocorreram em Uttar Pradesh e Odisha.

O Departamento Meteorológico da Índia emitiu um alerta vermelho para as regiões afetadas informando que as condições da onda de calor devem continuar nos próximos dias.

O diretor do Departamento de Controle de Desastres de Andhra Pradesh K. Dhananjaya Reddy disse que 325 pessoas morreram de insolação ou desidratação no Estado nos últimos três dias.

O governo cancelou a saída de todos os médicos, à medida que os hospitais estão cheios de casos relacionados ao calor, disse, acrescentando que a compensação de 1.575 dólares será dada para as famílias dos mortos.
Marcadores:

Postar um comentário

AVISO!

Desde já quero informar que todos serão responsabilizados pelos seus comentários!

Comentem mas com pudor e serenidade, pois só serão aceitos comentários que somam para o assunto caso contrário não serão publicados. Críticas são bem vindas desde que tenham coerência no que estão falando. E comentários de links e propagandas de outras páginas não serão publicados também. Temos uma visão conservadora e não desviaremos o foco do pensamento bíblico. Att; SITE O CORREIO DE DEUS

Grato pela atenção de todos.

Author Name

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.