Em 19 de abril, uma semana depois de uma nova igreja ter sido inaugurada, os manifestantes se reuniram em frente ao templo e exigiram que a cruz que estava pendurada em destaque na frente do edifício fosse derrubada. 

Os manifestantes temiam que a igreja estivesse envolvida com o proselitismo a muçulmanos. "Eles estavam exigindo que as operações da igreja cessem completamente, mas conseguimos convencê-los a ficar satisfeitos que a igreja apenas derrubasse o símbolo da cruz", disse Abdullah, um ancião da comunidade e um dos líderes dos manifestantes.

Para evitar problemas, a liderança da igreja retirou a cruz duas horas mais tarde, mas a notícia foi viral e criou uma tempestade de protestos de muitos políticos, ONGs e grupos religiosos – incluindo alguns grupos muçulmanos moderados condenando a intimidação como um “ato estúpido de ódio”.

"A cruz é um símbolo sagrado para a comunidade cristã. Forçá-los a remover o símbolo é inaceitável e desrespeitoso para a comunidade cristã”, afirmou o ministro-chefe Azmin Ali a um jornal local.


Fonte: Portas Abertas Internacional
Marcadores:

Postar um comentário

AVISO!

Desde já quero informar que todos serão responsabilizados pelos seus comentários!

Comentem mas com pudor e serenidade, pois só serão aceitos comentários que somam para o assunto caso contrário não serão publicados. Críticas são bem vindas desde que tenham coerência no que estão falando. E comentários de links e propagandas de outras páginas não serão publicados também. Temos uma visão conservadora e não desviaremos o foco do pensamento bíblico. Att; SITE O CORREIO DE DEUS

Grato pela atenção de todos.

Author Name

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.