quarta-feira, 14 de janeiro de 2015

Ucrânia terá 3 mobilizações em 2015


O presidente ucraniano Piotr Poroshenko assinou o decreto sobre a mobilização de reservistas na Ucrânia neste ano.

"Eu assino a lei e vou passá-la ao parlamento", disse hoje o presidente da Ucrânia.
A mobilização será efetuada em 3 etapas. Conforme havia sido informado antes, a primeira etapa de mobilização irá ser realizada a partir de 20 de janeiro e durará 90 dias, devendo abranger cerca de 50 mil homens. A segunda etapa deverá começar em abril e durar 60 dias; a última também durará 60 dias e está marcada para junho. O decreto agora deve ser ratificado pela Suprema Rada.
Piotr Poroshenko acha que o povo ucraniano vai apoiar a decisão sobre a mobilização parcial.

Em meados de abril, as autoridades ucranianas iniciaram uma operação militar para esmagar os independentistas no leste da Ucrânia, que não reconhecem a legitimidade da nova liderança do país chegada ao poder em resultado do golpe de Estado ocorrido de fevereiro em Kiev. No âmbito da reunião do grupo de contato trilateral (Rússia – Ucrânia – OSCE) para a regulação da crise ucraniana, realizada no dia 5 de setembro de 2014 em Minsk, as autoridades de Kiev e as autoproclamadas República Popular de Donetsk e República Popular de Lugansk acordaram um cessar-fogo no leste da Ucrânia. Mas as milícias e as tropas ucranianas têm-se acusado mutuamente de violar o cessar-fogo. Acordada entre as milícias independentistas e os militares ucranianos sob os auspícios da OSCE, uma nova trégua vigora no leste da Ucrânia desde a manhã do dia 9 de dezembro. Nas últimas semanas, as hostilidades intensificaram-se. 

Voz Da Rússia
O CORREIO DE DEUS
O CORREIO DE DEUS

This is a short biography of the post author. Maecenas nec odio et ante tincidunt tempus donec vitae sapien ut libero venenatis faucibus nullam quis ante maecenas nec odio et ante tincidunt tempus donec.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO!

Desde já quero informar que todos serão responsabilizados pelos seus comentários!

Comentem mas com pudor e serenidade, pois só serão aceitos comentários que somam para o assunto caso contrário não serão publicados. Críticas são bem vindas desde que tenham coerência no que estão falando. E comentários de links e propagandas de outras páginas não serão publicados também. Temos uma visão conservadora e não desviaremos o foco do pensamento bíblico. Att; SITE O CORREIO DE DEUS

Grato pela atenção de todos.