Índices anuais mostram que houve um crescimento no número de tremores perceptíveis desde a tragédia de 2011

O número de terremotos que foram sentidos durante o ano chegou a 2.045. Os dados, registrados até o dia 30 de dezembro, mostram que a quantidade de abalos sísmicos por ano cresceu em comparação ao período anterior ao terremoto que gerou a tragédia de 2011, segundo noticiou a NHK nesta quarta-feira (31).
Devido ao terremoto de 6,7 pontos na escala japonesa que ocorreu em Nagano no último mês, a Agência Meteorológica do Japão emitiu um alerta para que a população aumente o preparo habitual para possíveis abalos fortes.

Segundo informações da Agência, o número de abalos desde o terremoto do dia 11 de março de 2011 é de 10.357. Durante 2012, 3.139 terremotos foram sentidos, enquanto que 2013 terminou com o registro de 2.387 abalos sísmicos.
Embora a quantidade de terremotos em um ano esteja diminuindo, o número ainda é superior aos dados de até quatro anos atrás. No período de 2000 a 2010, a média de abalos por ano era de aproximadamente 1.790.
Além do forte terremoto que ocorreu em Nagano no mês passado, a costa de Fukushima também sofreu um abalo de 7 pontos em julho deste ano. Então foi emitido um alerta de possível tsunami nas províncias de Miyagi, Iwate e Fukushima.
Segundo a Agência, o fato de ocorrerem numerosos terremotos em todo o país faz com que haja a possibilidade de acontecer um grande abalo em qualquer lugar e a qualquer momento. Por isso, a Agência alerta a população para que se mantenha preparada para possíveis terremotos maiores.

Alternativa Online
Marcadores:

Postar um comentário

AVISO!

Desde já quero informar que todos serão responsabilizados pelos seus comentários!

Comentem mas com pudor e serenidade, pois só serão aceitos comentários que somam para o assunto caso contrário não serão publicados. Críticas são bem vindas desde que tenham coerência no que estão falando. E comentários de links e propagandas de outras páginas não serão publicados também. Temos uma visão conservadora e não desviaremos o foco do pensamento bíblico. Att; SITE O CORREIO DE DEUS

Grato pela atenção de todos.

Author Name

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.