terça-feira, 11 de novembro de 2014

O Brasil e suas perversões: Entra em vigor lei que oficializa primeira praia para nudistas no Rio


Enfim, os nudistas que há anos fizeram da praia carioca do Abricó o seu point terão chance de ganhar mais sossego. O presidente da Câmara Municipal, Jorge Felippe, promulgou, e o prefeito Eduardo Paes sancionou a lei que oficializa o Abricó como território do denominado naturismo.

A partir de agora, a legislação assegura o direito de os banhistas ficarem pelados naquela praia para os lados do Recreio dos Bandeirantes.

De autoria da vereadora Laura Carneiro, o projeto transformado em lei define: “Denomina-se naturismo o conjunto de práticas de vida ao ar livre em que é utilizado o nudismo como forma de desenvolvimento da saúde física e mental das pessoas de qualquer idade, através de sua plena integração com a natureza''.


Para deixar claro, a Lei 5.807, de 6 de novembro de 2014, afirma que ficar sem roupa no Abricó “não constitui ilícito penal''. A prefeitura se encarregará de alertar sobre a característica do balneário. A nova norma não proíbe que gente com o patrimônio coberto frequente a praia.

Aqui no Rio, as peladonas que correm nas ruas de Porto Alegre têm um lugar para chamar de seu.

Para conhecer a íntegra da lei, basta clicar aqui.

A reportagem de Caio Barbosa informando sobre a sanção do prefeito pode ser lida neste link.

Curiosidade histórica: o falecido senador Nelson Carneiro foi o autor do projeto que instituiu o divórcio no Brasil. Sua filha Laura, do que liberou oficialmente a praia do Abricó para o naturismo.

UOL
O CORREIO DE DEUS
O CORREIO DE DEUS

This is a short biography of the post author. Maecenas nec odio et ante tincidunt tempus donec vitae sapien ut libero venenatis faucibus nullam quis ante maecenas nec odio et ante tincidunt tempus donec.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO!

Desde já quero informar que todos serão responsabilizados pelos seus comentários!

Comentem mas com pudor e serenidade, pois só serão aceitos comentários que somam para o assunto caso contrário não serão publicados. Críticas são bem vindas desde que tenham coerência no que estão falando. E comentários de links e propagandas de outras páginas não serão publicados também. Temos uma visão conservadora e não desviaremos o foco do pensamento bíblico. Att; SITE O CORREIO DE DEUS

Grato pela atenção de todos.