Advogados de Houston intimaram pastores a mudar sermões sobre homossexuais

A rede social Twitter bloqueou uma campanha criada para apoiar pastores da cidade de Houston (EUA), que questionam o estilo de vida dos gays.
A hashtag #HoustonWeHaveAProblem (Houston, nós temos um problema) deu início ao ato. A frase foi dita em uma missão espacial, em 1970, ao comando da agência NASA, em Houston.

A ideia seria alertar para um problema que os pastores têm passado em Houston, ao serem intimados a mudar seus sermões contra a homossexualidade.


Os discursos dos evangelizadores são encarados como preconceituosos, sobretudo por Houston ser governada por Annise Parker, prefeita assumidamente lésbica.
Desta maneira, um grupo de advogados da cidade solicitou que o discurso moralizador fosse repensado, para ser feito de maneira branda ou ser descartado.

Como contrapartida, o órgão cristão Faith Driven Consumer iniciou a campanha e uma petição contra a intimação, utilizando o site HoustonProblem.com.
A campanha exige que a cidade de Houston "cesse e desista da ideia de bullying e outras ações ofensivas" contra pastores, que para o grupo cristão se tratam de vítimas desta perseguição perpetrada pelo governo local.

A iniciativa não teve vida longa no microblog, e o staff do Twitter bloqueou a campanha alguns minutos depois do lançamento.

Mesmo assim, o Faith Driven Consumer pretende continuar com a campanha por seu site, apoiados na Primeira Emenda, que "protege a liberdade de expressão e de religião".

O grupo também tem a proposta de insistir para que o Twitter desbloqueie a hashtag, em prol de quem adere à causa.

"Estamos pedindo o Twitter para desbloquear imediatamente milhares de pessoas que já se reuniram para a nossa petição e que querem espalhar a palavra de costa a costa", afirmou Chris Stone, fundador da Faith Driven Consumer.

CP

Postar um comentário

AVISO!

Desde já quero informar que todos serão responsabilizados pelos seus comentários!

Comentem mas com pudor e serenidade, pois só serão aceitos comentários que somam para o assunto caso contrário não serão publicados. Críticas são bem vindas desde que tenham coerência no que estão falando. E comentários de links e propagandas de outras páginas não serão publicados também. Temos uma visão conservadora e não desviaremos o foco do pensamento bíblico. Att; SITE O CORREIO DE DEUS

Grato pela atenção de todos.

Author Name

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.