sexta-feira, 10 de outubro de 2014

Inicio de uma guerra? Coreias do Sul e do Norte trocam tiros na fronteira


Segundo um agente de defesa sul-coreano, os oficiais do país responderam os disparos atirando em direção ao outro lado da fronteira

Militares das Coreias do Sul e do Norte trocaram tiros nesta sexta-feira, após agentes norte-coreanos abaterem um balão com propagandas críticas ao regime do ditador Kim Jong Un. Segundo um agente de defesa sul-coreano, os oficiais do país responderam os disparos atirando em direção ao outro lado da fronteira.
A autoridade, que falou sob condição de anonimato, disse que algumas balas dos norte-coreanos caíram no território vizinho. Segundo informou a agência de notícias "Yonhap", os disparos norte-coreanos atingiram um balão próximo à cidade de Yeoncheon, na fronteira entre os dois países.


Ativistas da Coreia do Sul e desertores do país vizinho frequentemente soltam balões rumo ao norte com folhetos contrários ao regime de Kim Jong Un. Nesta sexta-feira, os ativistas lançaram dez balões, que continham 20 mil panfletos, mil notas de US$ 1, 400 DVDs e 300 pen-drives com propagandas contrárias ao governo norte-coreano. A ação irritou ainda mais os norte-coreanos porque foi feita no aniversário de criação do Partido dos Trabalhadores da Coreia do Norte.

Na quinta-feira (9), a secretaria do comitê de reunificação da Coreia do Norte divulgou uma declaração criticando os planos dos civis de lançar os balões, considerando o ato "próximo a uma declaração de guerra".

"Se as autoridades da Coreia do Sul permitirem ou serem coniventes com o projeto de espalhar folhetos, as relações com a Coreia do Norte serão novamente levadas a uma catástrofe fora de controle e seus instigadores serão inteiramente responsáveis por isso", afirma o comunicado.

A escalada na tensão entre os países vizinhos ocorre em momento de grande especulação sobre o estado de saúde do ditador Kim Jong Un, que não comparece a eventos públicos há mais de um mês. Nesta sexta-feira, pela primeira vez em três anos, o líder também não esteve no evento em celebração ao aniversário do partido que comanda o país.

Agência Estado
O CORREIO DE DEUS
O CORREIO DE DEUS

This is a short biography of the post author. Maecenas nec odio et ante tincidunt tempus donec vitae sapien ut libero venenatis faucibus nullam quis ante maecenas nec odio et ante tincidunt tempus donec.