O Seu portal conservador de notícias, Evangelismo e Informação em defesa da fé Cristã

  • Últimas Notícias

    03 outubro 2014

    Estado Islâmico diz ter decapitado britânico em novo vídeo


    O primeiro-ministro David Cameron disse que o assassinato do refém mostrou a barbárie dos militantes

    Os militantes do Estado Islâmico que lutam no Iraque e na Síria divulgaram um vídeo nesta sexta-feira que aparenta exibir a decapitação de um homem que o grupo identifica como o refém britânico Alan Henning.
    A filmagem publicada no YouTube, que tinha links em tuítes pró-Estado Islâmico, mostra um homem de uniforme laranja ajoelhado em um local a céu aberto identificado como Henning.
    “Por causa da decisão de nosso parlamento de atacar o Estado Islâmico, eu, como parte do povo britânico, irei pagar o preço dessa decisão”, diz o homem ajoelhado. Outro homem, vestido de preto e usando uma máscara que só revela seus olhos, aparece ao seu lado.

    Uma voz masculina então diz “o sangue de David Haines estava em suas mãos, Cameron”, em uma referência ao primeiro-ministro britânico. “Alan Henning também será abatido, mas seu sangue está nas mãos do parlamento britânico".
    Em seguida o homem de preto exibe outro refém, que identifica como o norte-americano Peter Edward Kassig.
    Autoridades dos EUA confirmaram que um cidadão do país com este nome estava em posse dos militantes e que não veem razão para duvidar da autenticidade do vídeo, intitulado "Outro Mensagem para a América (EUA) e seus Aliados".
    “Se verdadeiro, é mais um assassinato repugnante”, declarou o porta-voz do Escritório das Relações Exteriores da Grã-Bretanha. “Estamos oferecendo à família todo o apoio possível; eles pedem para ser deixados em paz neste momento”.
    Trata-se de “mais uma demonstração da brutalidade" dos militantes do Estado Islâmico se o vídeo for autêntico, afirmou Lisa Monaco, assistente do presidente dos EUA para Segurança Nacional e Contraterrorismo, durante um informe à imprensa na Casa Branca.
    A decapitação foi o quarto assassinato deste gênero de um ocidental cometido pelo Estado Islâmico. Os vídeos anteriores do grupo sunita radical exibiram as decapitações de dois jornalistas norte-americanos e um assistente social britânico.
    Henning, um taxista de 47 anos da cidade de Salford, no norte da Inglaterra, fazia parte de um comboio de ajuda humanitária que levava suprimentos médicos a um hospital no noroeste da Síria em dezembro do ano passado quando o grupo foi parado por homens armados e ele foi sequestrado.
    Organizações muçulmanas de toda a Grã-Bretanha, inclusive algumas intensamente contrárias à política externa britânica e que atribuem a intensificação das crises atuais no Iraque e na Síria à interferência ocidental, pediram sua libertação, em vão.
    Acredita-se que o Estado Islâmico tenha menos de dez reféns ocidentais na Síria. Entre eles está o jornalista britânico John Cantlie, que apareceu em três vídeos do grupo militante.

    Alternativa Online

    Sobre

    Exclusivamente voltado para matérias informativas em questões apologéticas, notícias e estudos bíblicos, este site tem o objetivo de servir como ferramenta de evangelização bem como alerta e preparo à igreja cristã sobre os últimos eventos que antecedem a Volta Gloriosa de nosso Senhor Jesus Cristo.

    Termos de Uso

    Você está autorizado e incentivado a reproduzir e distribuir os artigos em qualquer formato, desde que informe o(a) autor(a) e a fonte do artigo, bem como as fontes intermediárias, inclusive o Site "O Correio de Deus". Não é permitido a alteração do conteúdo original sem a devida notificação de alteração em cópia extraída deste site e muito menos a utilização para fins comerciais.
    Licença Creative Commons
    Este trabalho está licenciado com uma Licença