terça-feira, 23 de setembro de 2014

Será que os ateus permaneceriam ateus? Em nova mensagem, Estado Islâmico pede que ateus sejam mortos


O grupo jihadistas pede ainda que os civis sejam mortos

Do R7
O porta-voz do grupo jihadista Estado Islâmico (EI, ex-Isis), Abu Muhammed Al Adnai, lançou um apelo aos militantes em uma mensagem publicada no Twitter na noite de ontem (21) na qual pede que sejam mortos todos os ateus e que os civis sejam atacados.

"Matem os ateus de qualquer forma e ataquem os civis", é a última mensagem de áudio do EI com duração de 42 minutos.

As novas ameaças do greupo islâmico se referem a todos os países que apóiam as operações militares dos Estados Unidos (EUA) e da França no Iraque.

"Se puderam matar um ateu norte-americano ou europeu, sobretudo um francês imundo, ou um australiano ou u
m canadense, o matem de qualquer forma possível e inimaginável", diz o porta-voz do EI.

Em um trecho da mensagem voltado por os militantes egípcios, Al Adani, incita a violência contra o presidente do Egito, Abdel Fattah al Sisi, que ele chama de "novo faraó do Egito".

"Encham as ruas de explosivos, ataquem as suas bases e as suas casas. Cortem as suas cabeças. O Estado Islâmico abençoa os ataques contra os guardas dos judeus, os soldados de Sisi, o novo faraó do Egito", se ouve na mensagem. Por sua vez, o ministro francês do Interior, Bernard Cazeneuve, afirmou hoje em resposta a mensagem que "a França não tem medo".

Já a imprensa britânica afirma que o EI está pronto para utilizar mulheres yazidi reféns do grupo, como escudos humanos contra os ataques norte-americanos e franceses.

A informação foi divulgada pelo jornal Daily Telegraph que cita o testemunho de alguns moradores que vivem nas regiões ocupadas pelo EI. Turquia

O vice-primeiro-ministro turco, Numan Kurtulmus, anunciou nesta segunda-feira (22) que os curdos que fugiram da ameaça do EI na Síria e que se refugiaram na Turquia são mais que 130 mil, precisando a estimativa anunciada anteriormente pelo Alto Comissário das Nações Unidas (ONU) para o srefugiados que tinha anunciado 100 mil refugiados.

"Os sírios refugiados na Turquia são mais de 130 mil", disse o vice-premier turco. "Tomamos todas as medidas necessárias em caso deste fluxo de pessoas continuar aumentando. Não o desejamos, é claro. Mas estamos prontos", acrescentou Kurtulmus.

"Estamos preparados para o pior. Estamos fazendo de tido para acolher as pessoas que passam pela Turquia", finalizou o representante do governo turco. O presidente dos EUA, Barack Obama, afirmou no último sábado que "mobilizará o mundo" contra o EI e anunciou que mais de 40 países se ofereceram para ajudar a combater o grupo.

Obama informou ainda que já foram realizados "170 ataques contra os terroristas no Iraque".

Os bombardeios dos EUA e da França contra o grupo no Iraque começaram na semana passada.

R7
O CORREIO DE DEUS
O CORREIO DE DEUS

This is a short biography of the post author. Maecenas nec odio et ante tincidunt tempus donec vitae sapien ut libero venenatis faucibus nullam quis ante maecenas nec odio et ante tincidunt tempus donec.