sábado, 13 de setembro de 2014

Homofobia ou namoro de perdição? Suspeito de ter matado jovem gay é preso em GO e confessa ter tido relações com o mesmo

O suspeito de ter matado João Antonio Donati, de 18 anos, foi preso nesta sexta-feira em Inhumas, região metropolitana de Goiânia (GO). De acordo com a Polícia Militar, o jovem confessou ter assassinado João, mas negou que tenha havido conotação homofóbica. Ambos mantiveram relação sexual momentos antes de o crime ocorrer.

A carteira do rapaz detido foi encontrada pela polícia no local do crime, um terreno baldio também em Inhumas. Depois de investigações, os agentes descobriram o hotel onde o suspeito estaria morando. Em ação conjunta das polícias Civil e Militar, foram até o hotel e souberam que o jovem trabalhava em uma plantação de tomate, onde foi preso.

Segundo o major da PM Nilson Veloso da Silva, ao ser detido o jovem confessou o crime. "Ele disse que conheceu o João na rua, se entenderam e combinaram um encontro no local do crime. Eles teriam se relacionado e em seguida houve um desentendimento. Eles brigaram e o suspeito o matou por asfixia", contou o major. 


Segundo a Polícia Civil, o laudo pericial revelou que o assassino enfiou objetos que estavam no terreno baldio, como plástico e papel, na boca da vítima para asfixiá-la.uspeito de ter matado João Antonio Donati, de 18 anos, foi preso nesta sexta-feira em Inhumas, região metropolitana de Goiânia (GO). De acordo com a Polícia Militar, o jovem confessou ter assassinado João, mas negou que tenha havido conotação homofóbica. Ambos mantiveram relação sexual momentos antes de o crime ocorrer.

Terra
O CORREIO DE DEUS
O CORREIO DE DEUS

This is a short biography of the post author. Maecenas nec odio et ante tincidunt tempus donec vitae sapien ut libero venenatis faucibus nullam quis ante maecenas nec odio et ante tincidunt tempus donec.