segunda-feira, 1 de setembro de 2014

Cristã é queimada viva por familiares interislâmicos por conta de sua fé


Os familiares de uma mulher na República do Iêmen deliberadamente provocaram um acidente o qual queimou viva uma mulher pelo simples fato dela confessar a fé cristã. Ela e o marido convertidos ao cristianismo deixaram o islamismo, e sofriam perseguições até mesmo dos próprios familiares.

A cristã Nazeera foi fazer o café da manhã, quando ela pegou uma garrafa de azeite e derramou na panela quente, e de repente, houve um explosão e ela começou a ser queimada viva. Seu marido, Saeed, foi despertado pelos gritos de sua esposa. De imediato, correu para a cozinha e a cena que viu foi a sua esposa ardendo em chamas. Ela estava rodeada pelos seus quatros filhos que estavam em pânico e estado de choque.

Saeed disse: “Saí correndo de minha casa. Eu não conseguia nem responder aos que perguntavam o que tinha acontecido. Tudo o que eu queria era apagar o fogo e, em seguida levar minha esposa para o hospital, mais rápido possível. Mas o meu filho de 16 anos abraçou a mãe ainda em chamas e não queria soltá-la. Ele ficou ferido pelo fogo e teve que ser levado para longe dela.”


Passados algumas semanas da tragédia, Nazeera, de 33 anos, não resistiu aos ferimos por consequência das queimadura e morreu.

Quando Saeed voltou para casa em uma aldeia (não revelado o nome da aldeia por questão de segurança), um parente próximo afirmou que os membros da família dele e de sua esposa tinham substituído o azeite por gasolina.

Saeed infelizmente já sabia o porque. Há muitos anos, o casal haviam se convertido ao cristianismo e se recusavam a voltar ao islamismo, apesar do apelo dos familiares de ambos.

Logo depois da tragédia, Saeed conseguiu fugir para outro pais com seus filhos disse o jornal Morning Star News.

Antes do ataque, Saeed e sua esposa tinham decidido deixar suas famílias e sair do país. Faltavam apenas dois dias para viajarem, quando aconteceu a tragédia que resultou em uma explosão da garrafa cheia de gasolina causando a morte de sua esposa e ferimentos em seu filho.

Quando Saeed foi a policia em busca de ajuda, os agentes disseram-lhe para trazer testemunhas que pudessem depor sobre a suposta conspiração de seus familiares. Mas os seus filhos que foram testemunhas do ocorrido, não testemunharam a sabotagem, mas apenas a explosão da garrafa nas mãos de sua mãe, e outros familiares se recusaram a depor contra os alegados conspiradores.

“Ninguém queria ser testemunha do caso em nosso favor.” disse Saeed.

Saeed enterrou a sua esposa e tentou vender tudo que tinha em casa, mas membros da família impediram seus esforços. Após o ataque os seus quatro filhos foram morar na casa de sua mãe, mas Saeed, levou-os secretamente para outro país, antes que o resto da família os escondessem em outro lugar.

Desafiando a lógica comum, Saeed disse que Deus permitiu que isto tivesse acontecido para “fortalecer a nossa fé e para sermos mais usados em seu reino”.

Saeed fez um pedido a todos que lerem este trágico testemunho: “Pedimos a todos para orem por nós, pois estamos sozinhos neste novo lugar. Orem pelos meus filhos, pois agora eu sou sua mãe, pai e seu único amigo neste lugar. Precisamos de orações para que Deus nos dê uma fé forte para suportar esta tribulação", concluiu.

Fonte: Infor Gospel
O CORREIO DE DEUS
O CORREIO DE DEUS

This is a short biography of the post author. Maecenas nec odio et ante tincidunt tempus donec vitae sapien ut libero venenatis faucibus nullam quis ante maecenas nec odio et ante tincidunt tempus donec.