O terremoto de 5.1 que abalou a capital do Equador, teve seguidos cinco minutos por um tremor que causou o deslizamento de terra em várias áreas de Quito, deixando pelo menos cinco mortos, vários feridos e desaparecidos.

O comandante da polícia do Distrito Metropolitano de Quito, Ramiro Mantilla, disse que quatro pessoas morreram no terremoto. "Este é o primeiro relato que temos, há oito pessoas presas em uma pedreira", disse Mantilla. Mais tarde, o prefeito de Quito, Mauricio Rodas, confirmou a morte de uma criança no norte da capital. Os epicentros dos dois terremotos foram registrados a uma profundidade de 5 quilômetros, segundo o Instituto Geofísico do Equador. Após os terremotos, o Aeroporto Internacional Mariscal Sucre, em Quito encerrou suas operações,e pediu para que os visitantes para saíssem do terminal e fossem  para a área de estacionamento.
Uma hora depois, as operações foram retomadas. Os serviços de emergência relataram danos no país em vários setores da capital equatoriana e deslizamentos de terra em várias formas e um deslizamento de terra em Catequilla mina, onde várias pessoas ficaram presas. Enquanto isso, a operadora de telefonia Movistar informou que seu serviço foi afetado. Segundo fontes oficiais, houve 13 tremores secundários após o terremoto. Vejam o vídeo.




RT
Marcadores:

Author Name

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.