O Seu portal conservador de notícias, Evangelismo e Informação em defesa da fé Cristã

  • Últimas Notícias

    11 agosto 2014

    Os sinais do fim: Iraque diz que Estado Islâmico matou 500 e enterrou algumas vítimas vivas


    Militantes do Estado Islâmico mataram ao menos 500 membros da minoria étnica iraquiana Yazidi durante sua ofensiva no norte, afirmou à Reuters no domingo o ministro de Direitos Humanos do Iraque. 

    Mohammed Shia al-Sudani afirmou que os militantes sunitas também enterraram vivas algumas de suas vítimas, incluindo mulheres e crianças. Cerca de 300 mulheres foram sequestradas como escravas, completou ele.

    "Temos evidências notáveis obtidas juntos aos Yazidis que fugiam de Sinjar e a alguns que escaparam da morte, e também imagens da cena do crime que mostram que as gangues do Estado Islâmico executaram ao menos 500 Yazidis após tomarem Sinjar", disse Sudani em entrevista por telefone, em sua primeira declaração à imprensa sobre a questão. 

    Sinjar é a antiga casa dos Yazidis, uma das cidades capturadas pelos militantes sunitas que consideram a comunidade "adoradores do diabo" e dizem que eles devem se converter ao Islã ou enfrentar a morte. 

    Fonte:G1

    Em breve um artigo especial editado pelo site O CORREIO DE DEUS a respeito das atrocidades que Cristãos estão sofrendo no Iraque.

    Sobre

    Exclusivamente voltado para matérias informativas em questões apologéticas, notícias e estudos bíblicos, este site tem o objetivo de servir como ferramenta de evangelização bem como alerta e preparo à igreja cristã sobre os últimos eventos que antecedem a Volta Gloriosa de nosso Senhor Jesus Cristo.

    Termos de Uso

    Você está autorizado e incentivado a reproduzir e distribuir os artigos em qualquer formato, desde que informe o(a) autor(a) e a fonte do artigo, bem como as fontes intermediárias, inclusive o Site "O Correio de Deus". Não é permitido a alteração do conteúdo original sem a devida notificação de alteração em cópia extraída deste site e muito menos a utilização para fins comerciais.
    Licença Creative Commons
    Este trabalho está licenciado com uma Licença