quarta-feira, 13 de agosto de 2014

Muçulmanos devem condenar Estado Islâmico, diz Vaticano


Cidade do Vaticano, Vaticano. O Vaticano pediu ontem que líderes religiosos muçulmanos condenem os atos criminosos cometidos por jihadistas do Estado Islâmico (EI), que tomaram várias cidades no Norte do Iraque, forçando dezenas de milhares de cristãos e yazidis a fugirem de suas casas. O pedido vem no mesmo dia em que a mais alta autoridade religiosa do Egito, o grande mufti Shawqi Allam, classificou o Estado Islâmico de organização corrupta e extremista que está causando danos ao islã.

“Nenhuma causa e, certamente, nenhuma religião podem justificar tal barbaridade”, disse em comunicado o Conselho Pontifício para o Diálogo Inter-Religioso do Vaticano, um órgão criado para promover o contato com outras religiões.

A Santa Sé acrescentou que a situação sofrida pelos cristãos, membros do antigo grupo minoritário yazidi e de outras religiões e minorias étnicas no Iraque, requer “uma posição clara e corajosa dos líderes religiosos, especialmente dos muçulmanos”.

Conflito. A brutalidade de jihadistas sunitas causou reação da comunidade internacional e levou os Estados Unidos a lançarem ataques aéreos contra os extremistas.

Na sua primeira ação no Iraque desde 2011, aviões de guerra norte-americanos bombardearam combatentes do Estado Islâmico para deter o avanço dos militantes. Os combatentes radicais agora ameaçam a capital da região autônoma curda do Iraque, Irbil.

A aviação militar americana executou bombardeios contra posições do EI na região norte do Iraque, mas o país descarta o envio de tropas. “Não voltaremos a enviar forças de combate ao Iraque. Esse é um combate no qual devem entrar os iraquianos, em nome do Iraque”, disse o secretário de Estado norte-americano, John Kerry.

Helicóptero cai durante fuga dos yazidis

Bagdá, iraque. Os yazidis, uma minoria de língua curda, foram expulsos de suas casas na semana passada quando os insurgentes jihadistas ocuparam a cidade de Sinjar, no norte do país.

Helicópteros que entregam ajuda humanitária a uma região em conflito no Iraque estão sendo usados para resgatar pessoas envolvidas na violência. Uma das aeronaves caiu ontem. O piloto morreu, e uma jornalista do “The New York Times” que acompanhava a operação ficou ferida.

O tempo
O CORREIO DE DEUS
O CORREIO DE DEUS

This is a short biography of the post author. Maecenas nec odio et ante tincidunt tempus donec vitae sapien ut libero venenatis faucibus nullam quis ante maecenas nec odio et ante tincidunt tempus donec.