Após a tragédia que tirou a vida do presidenciável Eduardo Campos (PSB), a ex-senadora do Acre, Mariana Silva aparece em segundo lugar numa pesquisa realizada pelo Datafolha, como a principal adversária do Partido dos Trabalhadores (PT), na disputa pelo Palácio do Planalto, mas a candidata ainda não cortou totalmente o cordão umbilical com as fileiras petistas.
Maria Silva abandonou o PT em 2009, se filiando ao PV para concorrer à Presidência da República, obtendo nas eleições, 20 milhões de votos. Apesar de se colocar como uma alternativa aos governos petistas, a ex-ministra de Lula (PT) ainda tem vínculos com os “companheiros”, através de seu marido Fábio Vaz, que ocupa cargo em um governo capitaneado pelo PT.

O marido da ex-ministra e provável candidata pelo PSB, Marina Silva, Fábio Vaz de Lima, pilota cargo de confiança no governo do petista Sebastião Viana. Ele é secretário adjunto de Desenvolvimento Florestal, da Indústria, do Comércio e dos Serviços Sustentáveis. Mesmo rompendo com o PT, a família da presidenciável continua em cargo patrocinado pelo partido.

Fábio Vaz de Lima recebe mensalmente do governo petista R$ 18.232,93. Quando Marina Silva anunciou quer seria a vice de Eduardo Campo, na disputa contra o PT, uma discussão veio à tona. Filiados petistas do Acre contestaram a permanência de Fábio Vaz na estrutura de confiança do governo. Ele bateu o pé e disse que não se demitiria da secretaria.


Depois de quase um ano da rusga, Fábio Vaz continua exercendo sua função no governo do Acre, enquanto isso, Marina Silva faz campanha cerrada contra o governo petista de Dilma Rousseff. Nos bastidores políticos, surgem questionamentos sobre o projeto alternativo da ex-ministra, se realmente seria um terceira via ou continuidade dos governos do PT.

Nos próximos dias, deverá ser oficializada a candidatura de Marina Silva, em substituição a Eduardo Campos. Muitas dúvidas ainda pairam no ar. Um dos principais questionamentos é da permanência de Fábio Vaz no cargo de confiança no PT. O PSB poderá apresentar algumas imposições, uma delas poderá ser a entrega do cardo de Vaz, obrigando Marina corta na própria carne.



Author Name

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.