sexta-feira, 1 de agosto de 2014

Jihadistas ligados a Al-Qaeda decretam Emirado Islâmico na Líbia


Itamaraty evacua funcionários diplomáticos da embaixada em Trípoli com escala de violência ao redor do país nas últimas semanas

Grupos armados em disputa na Líbia anunciaram nesta quinta-feira (31/07) que tomaram controle de Bengazi, segundo maior cidade da Líbia e foco de conflitos nas últimas semanas no país. Segundo membros da organização Frente Al Nusra, braço da Al-Qaeda, o local está “completamente” dominado e foi proclamado um "Emirado Islâmico" na região, de acordo com a al Arabiya.
No entanto, o Exército da Líbia nega a instauração do Emirado. "Isto é mentira, pois nós [Exército] só nos retiramos temporariamente de algumas posições", alega o tenente Khalifa Hafter, citado pela Ansa. Segundo fontes citadas pela agência italiana, os confrontos já causaram "mais de 200 mortos e 400 feridos".
Embaixada evacuada

A situação segue grave nos arredores do aeroporto internacional da capital Trípoli, onde milícias islamitas rivais continuam disputando o controle do ponto estratégico desde o dia 13 de julho. A escalada de violência na capital fez com que o governo brasileiro decidisse nesta quinta transferir temporariamente os funcionários da Embaixada do Brasil em Trípoli para Túnis, na Tunísia.
Em nota citada pela Agência Brasil, o Itamaraty informou que a medida, tomada pela “contínua deterioração das condições de segurança” não implicará o fechamento da representação diplomática naquele país. Além do Brasil, os Estados Unidos, a ONU (Organização das Nações Unidas), a delegação da UE (União Europeia), a Espanha e a Turquia também tiraram seus representantes da Líbia nos últimos dias e transferiram para a Tunísia.

Sob a liderança interina de Abdallah Al-Thani, o governo da Líbia não conseguiu elaborar um Exército profissional capaz de se impor e de integrar os grupos armados que se desenvolveram em 2011, com a queda do líder Muamar  Kadafi. Tal incapacidade facilitou uma autonomia dessas brigadas, que cada vez mais desafiam as autoridades centrais em transição. Teme-se, com isso, que a instabilidade do país resulte em uma guerra civil.


Opera Mundi
O CORREIO DE DEUS
O CORREIO DE DEUS

This is a short biography of the post author. Maecenas nec odio et ante tincidunt tempus donec vitae sapien ut libero venenatis faucibus nullam quis ante maecenas nec odio et ante tincidunt tempus donec.