segunda-feira, 18 de agosto de 2014

“Israel não vai mais existir se baixar suas armas”, diz rabino-chefe


O rabino-chefe dos judeus ortodoxos da Grã-Bretanha, Ephraim Mirvis, afirmou que, ao atacar Gaza, Israel defendeu seus cidadãos e se desistir dos ataques deixará de existir.
A declaração foi dada à BBC inglesa e divulgada no Brasil pela Veja que destacou as falas de Mirvis ao justificar os ataques de Israel em Gaza, bombardeios que mataram mais de 1.900 palestinos.
Para ele, que também é chefe do Commonwealth, a ofensiva militar “defendeu de maneira compreensível e justificável os seus cidadãos” e “Israel não vai mais existir se baixar suas armas”.

“Israel enfrentou um ameaça clara e direta de destruição de vidas israelenses por causa do disparo de mais de 3.000 foguetes contra centros populacionais”, disse Mirvis. O rabino lembrou que o escudo antimíssil conseguiu evitar que o número de mortos em Israel fosse maior que os de Gaza.
Ao comentar sobre o número de mortos do lado palestino, Mirvis afirmou que nenhuma guerra é limpa e que o resultado causa muita dor nos judeus. “Infelizmente, guerras não são limpas. Guerras são feias e no meio das guerras algumas vezes alguém pode errar o alvo, o que foi o que aconteceu nesse caso”.
Na Grã-Bretanha dezenas de pessoas saíram às ruas para protestar contra a ação israelense em Gaza. No meio dos discursos de paz foram vistos atos antissemitas, o que preocupou os judeus que vivem na região.
“As implicações do que acontece lá estão agora respingando nas ruas das nossas cidades, e nós estamos profundamente preocupados com o nível do antissemitismo aqui. E nós não estamos sozinhos”, disse o rabino.
Mirvis, porém, deixou claro que as críticas contra a ação militar em Gaza não constituem necessariamente em antissemitismo, mas ele entende que os ataques podem aumentar a insegurança dos judeus na Grã-Bretanha.

Gospel Prime
O CORREIO DE DEUS
O CORREIO DE DEUS

This is a short biography of the post author. Maecenas nec odio et ante tincidunt tempus donec vitae sapien ut libero venenatis faucibus nullam quis ante maecenas nec odio et ante tincidunt tempus donec.