O Seu portal conservador de notícias, Evangelismo e Informação em defesa da fé Cristã

  • Últimas Notícias

    01 agosto 2014

    Israel acusa Hamas de violar cessar-fogo e suspende trégua


    Um porta-voz do Exército disse que os militares foram atacados em Rafah, no sul de Gaza, onde estavam destruindo um túnel do Hamas

    O Exército de Israel e o grupo radical Hamas, que controla a faixa de Gaza, voltaram a trocar ataques nesta sexta-feira (1°), quebrando o cessar-fogo de 72 horas anunciado na quinta (31).
    Os militares disseram estar retomando as operações, já que o Hamas havia violado o cessar-fogo. Um porta-voz do Exército disse que os militares foram atacados em Rafah, no sul de Gaza, onde estavam destruindo um túnel do Hamas, atividade permitida durante a trégua segundo o acordo entre as partes.


    Peter Lerner disse ainda que o ataque do Hamas incluiu um homem-bomba e anunciou que um soldado pode ter sido capturado na operação.

    "As forças que operam de desmantelar um túnel foram atacadas. Indicações iniciais são de que um soldado foi sequestrado por terroristas durante a operação", disse Lerner.

    Em resposta, Israel atacou Rafah e pelo menos 27 pessoas morreram, segundo autoridades palestinas.

    Também houve relatos de que o Hamas enviou foguetes para o sul de Israel durante a trégua.

    Mais cedo o Ministério da Saúde do território palestino afirmou que o número de mortos por causa da ofensiva Margem Protetora, iniciada no último dia 8, está em 1.459, enquanto 8.360 pessoas ficaram feridas.

    O número de mortos supera o registrado durante a operação israelense Chumbo Fundido que, com a morte de 1.450 palestinos, era a mais sangrenta em Gaza desde que o Hamas passou a controlar o território em 2007.

    Do lado israelense, são 63 mortes, na maioria de militares.

    Negociação

    O cessar-fogo de 72 horas acordado entre o Hamas e Israel entrou em vigor nesta sexta às 8h locais (2h de Brasília), depois que as partes aceitaram um pedido da ONU.

    O acordo foi anunciado na noite de quinta-feira pelo secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, e pelo chefe da diplomacia americana, John Kerry.

    Durante a trégua, líderes palestinos e israelenses deveriam se encontrar no Cairo para negociar um cessar-fogo durável.

    O tempo

    Sobre

    Exclusivamente voltado para matérias informativas em questões apologéticas, notícias e estudos bíblicos, este site tem o objetivo de servir como ferramenta de evangelização bem como alerta e preparo à igreja cristã sobre os últimos eventos que antecedem a Volta Gloriosa de nosso Senhor Jesus Cristo.

    Termos de Uso

    Você está autorizado e incentivado a reproduzir e distribuir os artigos em qualquer formato, desde que informe o(a) autor(a) e a fonte do artigo, bem como as fontes intermediárias, inclusive o Site "O Correio de Deus". Não é permitido a alteração do conteúdo original sem a devida notificação de alteração em cópia extraída deste site e muito menos a utilização para fins comerciais.
    Licença Creative Commons
    Este trabalho está licenciado com uma Licença