O Seu portal conservador de notícias, Evangelismo e Informação em defesa da fé Cristã

  • Últimas Notícias

    03 agosto 2014

    Estamos glorificando A DEUS?


    O glorificar a DEUS hoje em dia, tornou-se escasso, esquecido, corrompido, adulterado, rejeitado, vilipendiado, e assim falando eu poderia expor vários outros atributos que se encaixam neste contexto Cristão nos dias atuais. 
    O glorificar A DEUS, não se baseia em comprar uma casa, ou em cantar um louvor antropocêntrico secular, nem em conquistas, nem em cargos na congregação, nem em letreiros adesivados no seu carro carregando o nome de JESUS, ou uma tatuagem que quer que seja, o glorificar A DEUS está muito além das vontades dos homens.
    Muitas vezes me pergunto se tenho glorificado a DEUS, não em cânticos ou da boca pra fora, mas em espírito e em verdade que é o que vim retratar neste texto.
    Como sabemos, o antropocentrismo, é uma fábrica de sepulcros caiados, homens cujo seu temor por DEUS se resume em nada, porque acham que DEUS gira em torno deles, e esqueceram de que é o contrário. Homens que distorcem a verdadeira essência do evangelho, para suster seus anseios carnais, terrenos, corruptos!
    A massa esmagadora dos que se dizem Cristãos, não sabem a verdadeira essência de glorificar A DEUS, e é sobre isso que vir falar hoje. A essência do que é glorificar a DEUS.
    Vou começar citando alguns exemplos. Paulo, após sua conversão, pra nós se é inexplicável a forma com que DEUS cumpria sua vontade através daquele homem. Como DEUS cumpria sua vontade através de Paulo? Muitos tem a ignorância de afirmar que DEUS tem o melhor dessa terra pra nós, mas será que isso é verdade? Paulo foi preso, açoitado, vilipendiado, acusado, perseguido, e em todas estas ocasiões, Paulo glorificava a DEUS dando o testemunho da verdade. 
    Em suas prisões, testificava pregando o evangelho da verdade, e dentro das cadeias, muitos que eram maus, vieram a se converter dos seus maus caminhos, através do testemunho de Paulo, e sabemos que Paulo era preso injustamente, ele poderia murmurar dizendo que estava sofrendo injustiça da parte de DEUS ou renunciar a sua fé, mas não, ele como um executor da vontade de DEUS se colocava no posto de atalaia de CRISTO o glorificando por onde passava. Vemos que o supremo propósito de DEUS para aquele homem, era levar o evangelho nos lugares mais remotos, e Paulo dentro das prisões o que fazia? Com clareza podemos observar o nome de DEUS sendo glorificado através de Paulo, que testemunhando a verdade, cumpria com o papel mais importante da vida de um homem, que é fazer a vontade de DEUS não se importando com as circunstâncias.
    O glorificar A DEUS, se resume em ser fiel ao supremo propósito de DEUS, cumprindo assim a sua vontade, abandonando as corrupções da carne que se constituem em anseios carnais, cumprindo e testificando como executor, o evangelho soberano DE DEUS.
    Venho lembrar-vos de outro homem, homem este, que glorificava a DEUS em suas ações e condutas, chamado Apóstolo João, que exilado na ilha de Patmos, pôde escrever o livro de revelações. DEUS tinha um supremo propósito para aquele homem, e este supremo propósito se baseava na sua prisão. João não reclamou, pelo contrário, fez o que um servo de CRISTO faria, continuou ''glorificando'' O SOBERANO através do testemunho da verdade. 
    E eu poderia citar muitas outras histórias de homens que deram suas vidas por amor a CRISTO, homens estes que testificando a verdade, por onde passavam, dispersavam sabedoria plena e sempre alegres, glorificavam e exaltavam aos olhos de quem via, O DEUS a quem serviram quando em terra estiveram.
    Glorificar A DEUS, não significa agradecimento por algo que supostamente DEUS tenha lhe dado, mas sim, cumprir a vontade de DEUS, testificando a verdade, não importando qual seja a dificuldade ou a adversidade que O SENHOR nos imputou a passar. 
    Falando disso, me lembro de uma frase que eu escrevi á algum tempo, que diz assim;
    ''No deserto aprendemos a sofrer amando e aprendemos a amar sofrendo, aprendemos a cantar gritando e aprendemos a cantar calados, aprendemos a chorar sorrindo e aprendemos a sorrir chorando.''
    Um Cristão não glorifica A DEUS com atos formais, mas sim, através do testemunho que dá, e esse testemunho não importando qual seja o lugar ou a provação que esteja passando, será sempre o testemunho da verdade, que é JESUS CRISTO. Assim se glorifica a DEUS!

    Nos açoites, nas prisões, nos tumultos, nos trabalhos, nas vigílias, nos jejuns,
    Na pureza, na ciência, na longanimidade, na benignidade, no Espírito Santo, no amor não fingido,
    Na palavra da verdade, no poder de Deus, pelas armas da justiça, à direita e à esquerda,
    Por honra e por desonra, por infâmia e por boa fama; como enganadores, e sendo verdadeiros;
    Como desconhecidos, mas sendo bem conhecidos; como morrendo, e eis que vivemos; como castigados, e não mortos;
    Como contristados, mas sempre alegres; como pobres, mas enriquecendo a muitos; como nada tendo, e possuindo tudo. (2 Coríntios 6:5-10)

    Nós Cristãos que possuímos em nossos corações a verdade, não glorificamos A DEUS como se a glória DELE se manifestasse somente em conforto, mas sim, glorificaremos a DEUS em qualquer situação, luta ou adversidade, porque nas nossas angústias, é que verão a glória de DEUS manifestada através do testemunho da verdade.

    Que DEUS os abençoe em O NOME DE JESUS!


    LOUVADO SEJA DEUS
    Cezar S D S Scholze
    O CORREIO DE DEUS

    Sobre

    Exclusivamente voltado para matérias informativas em questões apologéticas, notícias e estudos bíblicos, este site tem o objetivo de servir como ferramenta de evangelização bem como alerta e preparo à igreja cristã sobre os últimos eventos que antecedem a Volta Gloriosa de nosso Senhor Jesus Cristo.

    Termos de Uso

    Você está autorizado e incentivado a reproduzir e distribuir os artigos em qualquer formato, desde que informe o(a) autor(a) e a fonte do artigo, bem como as fontes intermediárias, inclusive o Site "O Correio de Deus". Não é permitido a alteração do conteúdo original sem a devida notificação de alteração em cópia extraída deste site e muito menos a utilização para fins comerciais.
    Licença Creative Commons
    Este trabalho está licenciado com uma Licença