quinta-feira, 28 de agosto de 2014

Boko Haram avança pela fronteira da Nigéria e Camarões


O grupo islâmico radical Boko Haram assumiu o controle da cidade de Ashigashya, no estado de Borno, na fronteira entre a Nigéria e Camarões. Os rebeldes estabeleceram-se no local durante a noite de segunda-feira (25).

Meios de comunicação relatam que o grupo matou três pessoas em frente a uma igreja, mas a Portas Abertas não tem mais detalhes sobre isso. É difícil determinar quais partes do nordeste da Nigéria já foram dominadas pelos rebeldes, porque viajar para a área é muito perigoso e a luta prolongada atingiu redes móveis de telefonia e internet.

Apesar disso, na segunda-feira (25), o Boko Haram também anunciou a criação de um estado islâmico nessa região que controla no nordeste da Nigéria. O comunicado foi feito pelo líder do grupo, Abubakar Shekay, em um vídeo de 53 minutos no qual ele parabeniza os guerrilheiros que, no início deste mês, conquistaram a cidade de Gwoza.


Os combates recentes mobilizaram 500 soldados nigerianos para além da fronteira com Camarões. De acordo com uma fonte da polícia, o Boko Haram está tentando assumir cidades em Camarões também.

O ministro das comunicações de Camarões, Issa Tchiroma Bakary, afirma que o país está intensificando os esforços para acabar com a violência do Boko Haram em seu território. "Nós decidimos não poupar nenhum empenho para conter as agressões e manter o Boko Haram fora de nossa nação. Soldados de Camarões têm instruções para defender nossas fronteiras. Então, eles vão lutar o tempo que for necessário para proteger o país desses ataques”.

Pedidos de oração
Peça a Deus que derrame sua graça sobre todos que têm enfrentado a violência brutal, o deslocamento e o sofrimento. Interceda para que o amor de Cristo brilhe apesar da escuridão desta situação.

Fonte:Portas Abertas Internacional
O CORREIO DE DEUS
O CORREIO DE DEUS

This is a short biography of the post author. Maecenas nec odio et ante tincidunt tempus donec vitae sapien ut libero venenatis faucibus nullam quis ante maecenas nec odio et ante tincidunt tempus donec.