O Seu portal conservador de notícias, Evangelismo e Informação em defesa da fé Cristã

  • Últimas Notícias

    31 julho 2014

    Serra Leoa declara estado de emergência por causa do vírus ebola


    Durante um discurso televisionado, o presidente do país anunciou ter decretado "o estado de emergência para nos permitir tomar medidas mais firmes contra a epidemia do Ebola", classificada por ele de desafio excepcional

    O presidente de Serra Leoa, Ernest Bai Koroma, decretou nesta quinta-feira (31) estado de emergência diante da epidemia do vírus Ebola, que deixou 224 mortos no país.
    Durante um discurso televisionado, Koroma anunciou ter decretado "o estado de emergência para nos permitir tomar medidas mais firmes contra a epidemia do Ebola", classificada por ele de desafio excepcional.

    O presidente também anunciou ter cancelado sua viagem na próxima semana à cúpula que Estados Unidos e África realizarão na próxima semana em Washington, para poder tratar sobre a crise originada pela doença., mas indicou que participará de uma cúpula regional na vizinha Guiné para analisar a situação junto a representantes de Guiné, Libéria e Costa do Marfim.

    Além de decretar o estado de emergência, Koroma anunciou outras medidas, como colocar em quarentena as áreas afetadas pelo Ebola, mobilizar forças de segurança para proteger as equipes médicas e proibir as reuniões públicas, assim como lançar uma busca em cada casa pelos possíveis infectados pela doença.

    Os ministros e outros representantes governamentais não poderão sair do país, salvo para "compromissos absolutamente essenciais", declarou Koroma.

    Além disso, as autoridades ativarão novos protocolos de atuação para a chegada e saída de passageiros no Aeroporto Internacional Lungi, próximo a Freetown e o mais importante do país.

    Estas medidas terão uma duração de 60 a 90 dias, embora possam ser alteradas.

    As medidas se assemelhava a um pacote anti-vírus Ebola difícil anunciado pela vizinha Libéria na quarta-feira à noite.

    Epidemia

    Segundo a última apuração da Organização Mundial da Saúde (OMS) publicada no dia 27 de julho, em Serra Leoa foram registrados 525 casos e 224 mortes por causa da doença.

    Esta epidemia sem precedentes atinge a África Ocidental desde o dia 22 de março, quando o surto surgiu na Guiné, para onde Koroma deve viajar amanhã para abordar estratégias regionais que ajudem a combater o problema.

    A África Ocidental mobilizou todos os recursos a seu alcance para conter o surto de ebola, que já infectou 1.201 pessoas, das quais 672 morreram, segundo a OMS.

    A comunidade internacional já começa a contemplar a expansão do ebola como um perigo real, e o governo britânico realizou na quarta (30) uma reunião de emergência para avaliar a ameaça.

    A doença –que se transmite por contato direto com sangue e fluidos corporais de pessoas ou animais infectados– causa hemorragias graves e pode ter uma taxa de mortalidade de 90%.

    Viagem

    A Organização Mundial de Saúde (OMS) não recomenda restrições de viagens ou fechamento de fronteiras devido ao surto de Ebola e haveria um baixo risco para os outros passageiros, caso uma pessoa infectada viajasse de avião, a Associação das Companhias Aéreas (IATA), disse na quinta-feira.

    A IATA emitiu o comunicado depois de consultas com a OMS e a agência de aviação da ONU (ICAO), após o caso de um homem que morreu de Ebola depois de tomar um voo da Libéria para a Nigéria, com uma escala em Lomé, no Togo.

    A associação disse que o ebola só é transmitido quando os pacientes apresentam sintomas graves. A doença começa com febre, fraqueza, dor muscular, dor de cabeça e dor de garganta, e então vômitos, diarreia, mau funcionamento dos rins e, finalmente, sangramento interno e externo.

    "É altamente improvável que alguém que sofra esses sintomas se sentisse bem o suficiente para viajar", disse a IATA.

    O tempo

    Sobre

    Exclusivamente voltado para matérias informativas em questões apologéticas, notícias e estudos bíblicos, este site tem o objetivo de servir como ferramenta de evangelização bem como alerta e preparo à igreja cristã sobre os últimos eventos que antecedem a Volta Gloriosa de nosso Senhor Jesus Cristo.

    Termos de Uso

    Você está autorizado e incentivado a reproduzir e distribuir os artigos em qualquer formato, desde que informe o(a) autor(a) e a fonte do artigo, bem como as fontes intermediárias, inclusive o Site "O Correio de Deus". Não é permitido a alteração do conteúdo original sem a devida notificação de alteração em cópia extraída deste site e muito menos a utilização para fins comerciais.
    Licença Creative Commons
    Este trabalho está licenciado com uma Licença