terça-feira, 22 de julho de 2014

Promotor da agenda gay: Obama assina ato contra discriminação a gays no trabalho


A luta contra a discriminação de gays no serviço público tornou-se alvo de embates de entidades de direitos humanos com grupos religiosos conservadores, com ambos os lados pressionando os parlamentares


O presidente dos EUA, Barack Obama, assinou um decreto que dá proteção ao emprego para trabalhadores gays e transgêneros do governo dos Estados Unidos e suas agências contratantes contra discriminação.
"Os contratos federais dos Estados Unidos não devem subsidiar a discriminação contra o povo americano", disse Obama em uma cerimônia de assinatura do ato. O presidente disse que é inaceitável que ser gay ainda seja um crime passível de fuzilamento em alguns lugares do país.
A luta contra a discriminação de gays no serviço público tornou-se alvo de embates de entidades de direitos humanos com grupos religiosos conservadores, com ambos os lados pressionando os parlamentares.
Até o mês passado, Obama resistia à pressão de não publicar o ato executivo, na esperança de que os deputados aprovassem a lei que contra a discriminação nos locais de trabalho em todo o país chamada de Lei de Não Discriminação no Emprego, que já foi aprovada no Senado. O projeto sofre resistência de alguns deputados republicanos, que visam atrair o eleitorado conservador nas eleições de meio de mandato, que ocorrerão em novembro. 
O tempo
O CORREIO DE DEUS
O CORREIO DE DEUS

This is a short biography of the post author. Maecenas nec odio et ante tincidunt tempus donec vitae sapien ut libero venenatis faucibus nullam quis ante maecenas nec odio et ante tincidunt tempus donec.