sábado, 28 de junho de 2014

Ucrânia assina acordo que sela a aproximação com a União Europeia

A iniciativa sela a aproximação política e econômica com a UE e oferece "perspectiva completamente nova para o país”; o presidente do Conselho Europeu, Herman Van Rompuy, considerou este “um grande dia para a Europa”

O presidente ucraniano, Petro Porochenko, considerou nesta sexta-feira (27) “dia histórico” para o país a assinatura de um acordo de associação com a União Europeia (UE), que oferece novo início após anos de instabilidade política. “Trata-se de um dia histórico para o meu país, o mais importante desde a independência” em 1991, declarou ao chegar a Bruxelas. O acordo, que inclui a Ucrânia, Geórgia e Moldávia, foi firmado antes do início do segundo dia de trabalho do Conselho Europeu.
A iniciativa, que sela a aproximação política e econômica com a UE, oferece "perspectiva completamente nova para o país”, lembrou Porochenko, elogiando a “solidariedade” demonstrada pelo bloco dos 28 no quadro da crise ucraniana.
“Trata-se do resultado de sete anos de trabalho”, disse ele, acrescentando que pretende “aproveitar a oportunidade para modernizar o país”.

A assinatura da parte remanescente do acordo de associação com a Ucrânia e a dos acordos de associação da União Europeia com a Geórgia e a República da Moldávia marcam o início da cúpula europeia.

O acordo firmado com os três países “é positivo e não é contra ninguém”, destacou o presidente da Comissão Europeia, José Manuel Durão Barroso, referindo-se à oposição de Moscou a essas parcerias.

O presidente do Conselho Europeu, Herman Van Rompuy, considerou este “um grande dia para a Europa”.

A Rússia alertou “para as sérias consequências” dos acordos de associação. 

O Tempo
O CORREIO DE DEUS
O CORREIO DE DEUS

This is a short biography of the post author. Maecenas nec odio et ante tincidunt tempus donec vitae sapien ut libero venenatis faucibus nullam quis ante maecenas nec odio et ante tincidunt tempus donec.