Na noite do último domingo (8) dezenas de católicos se reuniram em Carrapateira, sertão da Paraíba, para se manifestar contra o pastor Luiz Lourenço, mais conhecido como Pastor Poroca.
O religioso, famoso naquela região, é apontado como o incentivador de um grupo de evangélicos que urinou e queimou uma imagem de Nossa Senhora.

Poroca foi até a cidade de Carrapateira, na região de Cajazeiras, para prestar apoio aos fiéis de sua igreja, a Igreja Pentecostal Rios de Águas Vivas, que são apontados como autores da destruição da imagem.

Um carro da polícia do 14ª Batalhão Militar precisou escoltar o religioso, mas nem a presença dos guardas afastou a multidão que estava pronta para atacar o pastor. Segundo relatos do jornal Diário do Sertão, os católicos estavam reunidos na porta da igreja evangélica e os ânimos estava “inflamados” por conta da presença do pastor Poroca.

Os populares vaiaram e gritavam palavras de ordem contra o evangélico. “Revoltado, o pessoal colocou o pastor para ir embora. Ele foi embora abaixado dentro da viatura, sob intensas vais”, disse uma testemunha ao Diário do Sertão. “Se tivesse ficado um pouco mais o povo ia linchar ele”, garantiu outra testemunha.



Fique Atento

Author Name

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.