quarta-feira, 4 de junho de 2014

O que nós havíamos falado? Dilma defende aborto por motivos "médicos e legais"


Pela primeira vez desde que foi eleita presidenta da República em 2010, Dilma Rousseff se pronunciou sobre o aborto, defendendo a sua prática se for por motivos específicos e realizados em unidades do SUS.

Dilma defendeu a interrupção voluntária da gravidez desde que feita por motivos “médicos e legais” e afirmou que o aborto deverá ser feito em unidades do Sistema Único de Saúde (SUS), seguindo o serviço de obstetrícia.
O tópico foi abordado quando questionada pelo GLOBO sobre o número de mulheres que morrem após a realização de abortos em clínicas clandestinas.
De acordo com o Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM) a cada dois dias e meio morre uma mulher devido a complicações causadas por um aborto feito na clandestinidade.
Os dados se mantêm inalterados desde 1996, de acordo com o SIM. “Para realizar a interrupção legal da gestação, o estabelecimento, deve seguir as normas técnicas de atenção humanizadas ao abortamento do Ministério da Saúde e a legislação vigente”, afirmou a presidente, lembrando que a lei 12.8.845, de 1 de agosto de 2013, garante atendimento “imediato e obrigatório” em todas as unidades do SUS.
“O gestor de saúde municipal ou estadual é o responsável por garantir e organizar o atendimento profissional para realizar o procedimento”, continuou Dilma Rousseff.

Notícias ao Minuto
O CORREIO DE DEUS
O CORREIO DE DEUS

This is a short biography of the post author. Maecenas nec odio et ante tincidunt tempus donec vitae sapien ut libero venenatis faucibus nullam quis ante maecenas nec odio et ante tincidunt tempus donec.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO!

Desde já quero informar que todos serão responsabilizados pelos seus comentários!

Comentem mas com pudor e serenidade, pois só serão aceitos comentários que somam para o assunto caso contrário não serão publicados. Críticas são bem vindas desde que tenham coerência no que estão falando. E comentários de links e propagandas de outras páginas não serão publicados também. Temos uma visão conservadora e não desviaremos o foco do pensamento bíblico. Att; SITE O CORREIO DE DEUS

Grato pela atenção de todos.