O Seu portal conservador de notícias, Evangelismo e Informação em defesa da fé Cristã

  • Últimas Notícias

    02 junho 2014

    Novo governo de união palestino presta juramento


    Gabinete de transição é dirigido pelo primeiro-ministro Rami Hamdalah. Dezessete ministros, cinco de Gaza, participam no Executivo.

    O novo governo de unidade palestino prestou juramento nesta segunda-feira (2) ante o presidente da Autoridade Palestina, Mahmud Abbas.
    O gabinete de transição, dirigido pelo primeiro-ministro Rami Hamdalah, inclui o movimento islamita Hamas, mas está composto por figuras independentes e tecnocratas.
    Dezessete ministros, cinco de Gaza, participam no Executivo, que terá como missão prioritária a convocação de eleições até o fim do ano.

    "Com a formação do governo de união nacional, anunciamos o fim da divisão palestina, que tanto tem prejudicado a causa nacional", declarou Abbas na sede da presidência palestina em Ramallah (Cisjordânia), depois de dar posse aos ministros.

    Em Gaza, o Hamas elogiou o novo governo de união de 'todos os palestinos'.
    A Organização para a Libertação da Palestina (OLP) - liderada pelo movimento nacionalista Fatah de Abbas - e o Hamas assinaram em 23 de abril um acordo de reconciliação para acabar com a divisão política desde 2007 nos territórios palestinos.
    A Autoridade Palestina administrava as zonas autônomas, enquanto o Hamas dirigia a Faixa de Gaza, submetida ao bloqueio israelense.
    O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, pediu à comunidade internacional que "não se precipite" em reconhecer um governo palestino apoiado pelo Hamas.

    "O Hamas é uma organização terrorista que pede a destruição do Estado de Israel', disse o primeiro-ministro, para quem a formação deste governo 'não vai contribuir para a paz, e sim reforçará o terrorismo".

    G1

    Sobre

    Exclusivamente voltado para matérias informativas em questões apologéticas, notícias e estudos bíblicos, este site tem o objetivo de servir como ferramenta de evangelização bem como alerta e preparo à igreja cristã sobre os últimos eventos que antecedem a Volta Gloriosa de nosso Senhor Jesus Cristo.

    Termos de Uso

    Você está autorizado e incentivado a reproduzir e distribuir os artigos em qualquer formato, desde que informe o(a) autor(a) e a fonte do artigo, bem como as fontes intermediárias, inclusive o Site "O Correio de Deus". Não é permitido a alteração do conteúdo original sem a devida notificação de alteração em cópia extraída deste site e muito menos a utilização para fins comerciais.
    Licença Creative Commons
    Este trabalho está licenciado com uma Licença