O Presidente da Ucrânia, encarregou o Conselho de Segurança e Defesa do país, de estudar a declaração imediata da lei marcial nas regiões Donetsk e Lugansk onde fortes conflitos com os moradores e pró russas AUC, que proclamou sua independência da Ucrânia desde que começaram os fortes conflitos.

A ordem foi publicada quarta-feira no site da presidência ucraniana, e Turchinov, instrui o Conselho de Segurança Secretário-Geral Andrei Parubi, a estudar com os Ministérios da Defesa e do Interior, os serviços secretos e da Guarda Costeira "a urgência em declarar a lei marcial nas regiões Donetsk e Lugansk".

O Exército ucraniano com o apoio da Guarda Nacional começou em 26 de maio chamada "operação anti-terrorista" no aeroporto de Donetsk, controlado por milícias que promoveram a autonomia. Além disso, eles realizaram um bombardeio de um edifício administrativo em Lugansk terça-feira.


Depois de observar o sucesso do Petro Poroshenko desenvolvido em eleições na semana passada na capital da Ucrânia, a Rússia e as facções separatistas da Donetsk e Lugansk expressaram sua vontade de diálogo com o presidente eleito. No entanto, o Exército vai comandar mais missões "anti pró russos" para dispersar os grupos rebeldes.

Estudos preliminares indicaram que, devido a incursões militares como parte da Operação "castigo" contra as regiões separatistas, cerca de 50 militantes morreram, 30 resultados feridos, enquanto as baixas civis exceder 200.
Infelizmente sabemos que as coisas, na Ucrânia não anda bem, e já havíamos relatado anteriormente, sobre a Ucrânia ter se tornado uma verdadeira Síria. Quem mais sofre com esses conflitos de grande calibre são as famílias que vivem no entorno dos combates sangrentos e pesados. Com informações de Telesur.

Cezar S D S Scholze
O CORREIO DE DEUS

Author Name

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.