O parlamento israelense elegeu nesta terça-feira (10), em segunda rodada, o conservador Reuven Rivlin, do Partido Likud, como décimo presidente de Israel em substituição do chefe de Estado Shimon Peres, anunciou o presidente da câmara.

Yuli Edelstein, presidente da Knesset, anunciou que Rivlin venceu com 63 votos. Seu adversário, o centrista Meir Sheetrit, que recebeu o apoio de 53 dos 120 deputados do parlamento.

Antes, nenhum candidato havia conseguido o mínimo de 61 votos.

Rivlin, conhecido pelo caráter afável e por seu extravagante senso de humor, rejeita a criação de um Estado palestino e apoia a política de colônias nos territórios palestinos ocupados.

Advogado de profissão e com 74 anos, também é famoso por sua defesa da democracia e dos direitos civis, que lhe valeram o respeito da esquerda e, inclusive, da minoria árabe israelense.

Duas vezes presidente do Parlamento, ele substituirá Peres, que, com seu carisma e popularidade, aproveitou os sete anos de mandato para promover uma mensagem a favor da paz.

Os analistas consideram que a saída de Peres implicará uma mudança de rumo na presidência, que priorizará os assuntos internos do país e não a política internacional.

Os outros três aspirantes à presidência, o Nobel de Química Dan Shechtman, a ex-presidente do Parlamento Dalia Itzik e a ex-juíza do Tribunal Supremo Dalia Dornerm, foram eliminados na primeira votação.

G1

Author Name

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.