terça-feira, 27 de maio de 2014

Juiz iraniano convoca dono do Facebook por violação de privacidade

DUBAI (Reuters) - Um tribunal iraniano conservador abriu um processo contra o serviço de mensagens instantâneas WhatsApp e a rede social de fotos Instagram e ao mesmo tempo convocou o proprietário do Facebook, Mark Zuckerberg, em um processo sobre as denúncias de violação de privacidade, informou a agência estatal de notícias ISNA nesta terça-feira .

O caso ressalta a crescente luta entre o moderado presidente iraniano Hassan Rouhani para aumentar a liberdade da Internet e as demandas do Judiciário conservador por controles mais rígidos.

O tribunal iraniano no sul da província de Fars abriu os processos contra as redes sociais depois de os cidadãos se queixarem de violação de privacidade.


"De acordo com a decisão do tribunal, o diretor sionista da empresa do Facebook, ou seu advogado oficial, devem aparecer no tribunal para se defender e pagar por possíveis danos", disse Ruhollah Momen-Nasab, uma autoridade da Internet iraniana, segundo a agência estatal de notícias ISNA


É improvável que Zuckerberg, cuja empresa é dona do WhatsApp e do Instagram, atenda à convocação.

O Irã ainda está sob sanções internacionais sobre suas atividades nucleares e dificilmente cidadãos norte-americanos conseguem vistos de viagem.

Rouhani, em comentários que desafiam a linha dura que intensificou as medidas para censurar a Internet, disse no início deste mês que o Irã deveria abraçar a Internet em vez de vê-la como uma ameaça.

(Reportagem de Michelle Moghtader)

Reuters
O CORREIO DE DEUS
O CORREIO DE DEUS

This is a short biography of the post author. Maecenas nec odio et ante tincidunt tempus donec vitae sapien ut libero venenatis faucibus nullam quis ante maecenas nec odio et ante tincidunt tempus donec.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO!

Desde já quero informar que todos serão responsabilizados pelos seus comentários!

Comentem mas com pudor e serenidade, pois só serão aceitos comentários que somam para o assunto caso contrário não serão publicados. Críticas são bem vindas desde que tenham coerência no que estão falando. E comentários de links e propagandas de outras páginas não serão publicados também. Temos uma visão conservadora e não desviaremos o foco do pensamento bíblico. Att; SITE O CORREIO DE DEUS

Grato pela atenção de todos.