O Seu portal conservador de notícias, Evangelismo e Informação em defesa da fé Cristã

  • Últimas Notícias

    04 maio 2014

    Estaria a Santa Sé se organizando para instalar extensões do Banco do Vaticano nas várias Dioceses espalhadas pelo mundo?

    Estaria o Banco do Vaticano se reestruturando objetivando instalar agências nas diversas dioceses espalhadas pelo mundo? Veremos em breve a implantação de uma nova ordem financeira?


    Imagem: Christianpost
    Pelos acontecimentos recentes é o que em breve acontecerá.

    O objetivo, argumentam, seria reduzir o número de pobre do mundo. E tal feito seria em consonância com o Banco Mundial, cuja parceria já foi concretizada, conforme veiculou o jornal Zenit.

    Tal desejo já vem de algum tempo e faz parte dos planos da Nova Ordem Mundial.

    Já na gestão do papa Bento XVI, foi produzido um documento denominado "Por uma reforma do sistema financeiro e monetário internacional na perspectiva de uma autoridade pública com competência universal", apresentado pelo cardeal Peter Turkson, presidente do Conselho Pontifício Justiça e Paz, onde o Vaticano sugere uma reforma urgente do sistema financeiro e a criação de uma autoridade pública mundial que tenha poder e competência universal e se atenha "aos princípios de auxílio e solidariedade". 


    E conforme o jornal The Telegraph, a loja maçônica P2, o papa Francisco e Obama recentemente teriam assinado um acordo que estava relacionado com a formação de um governo mundial onde o Banco do Vaticano foi citado. 

    A recente reunião entre o papa e Vladimir Putin, bem como encontros entre o papa e Obama em março e entre o papa e a Rainha Elizabeth em abril, estariam todas ligadas a esse fato, disse o jornal.

    Apesar do grande número de escândalos envolvendo aquela instituição financeira, o papa Francisco não encerrou os trabalhos da instituição como muitos acreditavam. Em contrapartida realizou mudanças em todo o sistema, tendo, inclusive, criado o organismo denominado Conselho para a Economia, com membros de diversos países, supervisionado Santa Sé.

    O papa, segundo o jornal O Globo, em uma mensagem ao Conselho, fez os seguintes comentários: "Uma nova mentalidade de serviço ao evangelho deveria se enraizar nos vários níveis administrativos da Santa Sé", disse Francisco. "O novo conselho terá um papel significativo neste processo de reforma", afirmou. 

    A Rádio Vaticano, esclareceu que Francisco agradeceu o trabalho que estão desenvolvendo, recordando a missão para que este foi criado, em fevereiro passado: “na consciência que a Igreja tem da sua responsabilidade de tutelar e gerir cuidadosamente os próprios bens, à luz da missão de evangelização, com particular atenção pelos necessitados”. Tudo isto – sublinhou – “com transparência e eficiência”.

    As crises financeiras

    Os países estão atentos a necessidade de sobrevivência após as crises financeiras que abalaram e abalam a economia mundial, criando um sentimento de união mundial em busca de soluções mais duradoras. E uma das soluções seria um sistema financeiro único, bem como uma moeda única.

    Mas para que este instrumento de troca internacional se torne realidade, os países terão de quebrar um dos mais velhos paradigmas nacionais - a crença de que a moeda é um símbolo nacional - e aceitar em seu lugar uma moeda mundial. 

    Pense bem

    Nenhum outro órgão no mundo tem uma estrutura já montada para instalar agências no mundo todo, exceto a Igreja Católica (ICAR) - que em cada canto do planeta está presente com as suas arquidioceses e dioceses. 

    Quem viver, verá.

    Antonio C. Carrafa 
    De Olho na figueira

    Sobre

    Exclusivamente voltado para matérias informativas em questões apologéticas, notícias e estudos bíblicos, este site tem o objetivo de servir como ferramenta de evangelização bem como alerta e preparo à igreja cristã sobre os últimos eventos que antecedem a Volta Gloriosa de nosso Senhor Jesus Cristo.

    Termos de Uso

    Você está autorizado e incentivado a reproduzir e distribuir os artigos em qualquer formato, desde que informe o(a) autor(a) e a fonte do artigo, bem como as fontes intermediárias, inclusive o Site "O Correio de Deus". Não é permitido a alteração do conteúdo original sem a devida notificação de alteração em cópia extraída deste site e muito menos a utilização para fins comerciais.
    Licença Creative Commons
    Este trabalho está licenciado com uma Licença