O Seu portal conservador de notícias, Evangelismo e Informação em defesa da fé Cristã

  • Últimas Notícias

    20 maio 2014

    Cristão mostra como conviveu com as duas faces do islã

    Hassan* veio de uma família envolvida com a Irmandade Muçulmana. Ele experimentou as duas faces do islã, aquela que aparenta a paz e a justiça para todos, e aquela que demonstra ódio aos judeus e cristãos e que também despreza a mulher. 

    Ele descobriu que amava mais os judeus e cristãos que o deus do islamismo amava. Então começou a estudar outras teorias e religiões, e então tomou conhecimento da Bíblia e passou a estudá-la. Ao analisá-la, não pôde encontrar nenhum erro e não viu alternativa a não ser se entregar a Jesus. Hassan foi preso por pregar sua fé a seus familiares e amigos e por começar um grupo de discipulado. Na prisão compartilhou o evangelho com outros prisioneiros. Ele tinha certeza de que enquanto estava preso havia pessoas que estavam orando por ele.

    Depois de todas as experiências que viveu dentro e fora da prisão, ele diz: "Nós não podemos odiar os muçulmanos, mas tratá-los com amor. Este é um tempo em que nossa nação precisa de amor".

    Pedidos de oração




    - Agradeça ao Senhor por ter se revelado de maneira especial na vida de Hassan e pelo amor que ele tem pelos muçulmanos.

    - Ore para que as pessoas a quem Hassan discipulou fiquem firmes na fé e falem de Jesus a outros.

    - Ore especificamente pela vida e ministério de Hassan.

    *Os nomes verdadeiros foram alterados por motivos de segurança

    Fonte: Portas Abertas e Fique Atento

    Sobre

    Exclusivamente voltado para matérias informativas em questões apologéticas, notícias e estudos bíblicos, este site tem o objetivo de servir como ferramenta de evangelização bem como alerta e preparo à igreja cristã sobre os últimos eventos que antecedem a Volta Gloriosa de nosso Senhor Jesus Cristo.

    Termos de Uso

    Você está autorizado e incentivado a reproduzir e distribuir os artigos em qualquer formato, desde que informe o(a) autor(a) e a fonte do artigo, bem como as fontes intermediárias, inclusive o Site "O Correio de Deus". Não é permitido a alteração do conteúdo original sem a devida notificação de alteração em cópia extraída deste site e muito menos a utilização para fins comerciais.
    Licença Creative Commons
    Este trabalho está licenciado com uma Licença