Milhares de trabalhadores convocados pelos principais grupos de oposição marcharam nesta quarta-feira até a sede do governo da Argentina em protesto contra as políticas econômicas da presidente Cristina Kirchner.
A grande manifestação acontece no momento em que a inflação elevada e o estancamento da economia reduzem o poder aquisitivo dos trabalhadores e ameaçam afetar os empregos, um dos indicadores que o governo se gaba de ter melhorado nos últimos anos.
Um ano antes das eleições presidenciais, nas quais Cristina Kirchner não poderá se reeleger, vários sindicalistas desafiam o poder da mandatária enquanto decidem com qual candidato irão se alinhar em 2015.
Alguns dos mentores das manifestações são o poderoso líder dos caminhoneiros, Hugo Moyano, e o representante gastronômico Luis Barrionuevo.

"Estão em jogo nossos filhos, nossos netos", disse Barrionuevo em um discurso sucinto diante da Casa Rosada.
Os manifestantes pediram ao governo medidas contra a inflação alta, a insegurança urbana e a pobreza.
A Argentina padece uma das maiores taxas de inflação do mundo, que neste ano pode superar os 30 por cento, enquanto a economia está dando sinais de esgotamento depois de quase uma década de forte crescimento.

(Reportagem de Nicolás Misculin)
Reuters

Postar um comentário

AVISO!

Desde já quero informar que todos serão responsabilizados pelos seus comentários!

Comentem mas com pudor e serenidade, pois só serão aceitos comentários que somam para o assunto caso contrário não serão publicados. Críticas são bem vindas desde que tenham coerência no que estão falando. E comentários de links e propagandas de outras páginas não serão publicados também. Temos uma visão conservadora e não desviaremos o foco do pensamento bíblico. Att; SITE O CORREIO DE DEUS

Grato pela atenção de todos.

Author Name

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.