Pelo menos 118 pessoas morreram e 56 ficaram feridas num atentado cometido num mercado lotado na cidade de Jos, centro da Nigéria, nesta terça-feira, anunciou a agência nacional de gestão de crises (Nema, na sigla em inglês) agora à noite. 

"O número de corpos está, atualmente, em 118", declarou o coordenador da agência, Mohammed Abdulsalam, ressaltando que "pode haver mais corpos sob os escombros".

No boletim anterior divulgado pelo delegado de polícia do estado de Plateau, Chris Olakpe, o número de vítimas chegava a 46 mortos e 45 pessoas gravemente feridas. De acordo com Pam Ayuba, porta-voz do governo, muitas vítimas são mulheres.

"O que estamos fazendo agora é tentar levar os corpos. <...> Vários deles estão tão carbonizados que não podemos identificar as vítimas", disse Abdulsalam, da Nema, acrescentando que "as chamas continuam fortes", e "várias lojas foram completamente queimadas".

A autoria do atentado ainda não foi reivindicada, mas o grupo islamita Boko Haram é ativo em Jos, uma cidade que já foi alvo de seus ataques no passado.

"A primeira bomba explodiu por volta de 15h (horário local). A segunda foi por volta de 15h30, enquanto as pessoas se reuniram para ajudar as vítimas", disse o policial do estado de Plateau, Chris Olakpe. "Esta é uma área muito movimentada da cidade".

Presidente nigeriano Goodluck Jonathan condenou as explosões, chamando os responsáveis de "cruéis e maus".

"O governo continua plenamente empenhado em vencer a guerra contra o terror, e este governo não será intimidado pelas atrocidades dos inimigos do progresso humano e da civilização", disse ele num comunicado.

Ele anunciou medidas para combater os insurgentes, incluindo uma força multinacional em torno do lago Chade, com um batalhão de cada país – Chade, Níger, Camarões e Nigéria.

-- Folha Online

Postar um comentário

AVISO!

Desde já quero informar que todos serão responsabilizados pelos seus comentários!

Comentem mas com pudor e serenidade, pois só serão aceitos comentários que somam para o assunto caso contrário não serão publicados. Críticas são bem vindas desde que tenham coerência no que estão falando. E comentários de links e propagandas de outras páginas não serão publicados também. Temos uma visão conservadora e não desviaremos o foco do pensamento bíblico. Att; SITE O CORREIO DE DEUS

Grato pela atenção de todos.

Author Name

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.