Uma onda de protestos voltou a ocorrer no Brasil a 35 dias da Copa do Mundo de futebol.

Em São Paulo, os sem-teto organizaram quatro manifestações interditando várias vias públicas para criticar os gastos com a realização do campeonato. Os manifestantes invadiram as sedes das companhias que fazem obras para o evento: a Odebrecht, a OAS e a Andrade Gutierrez.
No Rio de Janeiro, motoristas e cobradores do transporte público estão em greve de 24 horas nesta quinta-feira. O objetivo do protesto é aumento do salário.
Na região metropolitana de Belo Horizonte, em Minas Gerais, moradores bloquearam dois trechos de estrada federal que une a capital mineira e Brasília.

Segundo a Folha de São Paulo, o líder do movimento sem-teto de São Paulo, Guilherme Boulos, afirma que será recebido pela presidente Dilma Rousseff para discutir a construção de novas moradias populares. Porém, em Brasília ainda não confirmaram a reunião.

Voz Da Rússia

Postar um comentário

AVISO!

Desde já quero informar que todos serão responsabilizados pelos seus comentários!

Comentem mas com pudor e serenidade, pois só serão aceitos comentários que somam para o assunto caso contrário não serão publicados. Críticas são bem vindas desde que tenham coerência no que estão falando. E comentários de links e propagandas de outras páginas não serão publicados também. Temos uma visão conservadora e não desviaremos o foco do pensamento bíblico. Att; SITE O CORREIO DE DEUS

Grato pela atenção de todos.

Author Name

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.