quinta-feira, 8 de maio de 2014

ABSURDO: Crimes contra a humanidade no Sudão do Sul

Crimes contra a Humanidade foram, muito provavelmente, cometidos no Sudão do Sul, que vive desde meados de dezembro um conflito intercomunitário sangrento marcado por massacres e atrocidades, indicou nesta quinta-feira a missão da ONU no país (Minuss).

"Tendo em vista os ataques generalizados e sistemáticos contra civis e informações que sugerem coordenação e planejamento, existem motivos razoáveis para crer que crimes contra a Humanidade ocorreram" no Sudão do Sul, escreveu a Minuss em um relatório.

Segundo a ONU, "os dois lados" são culpados "desde o início do conflito" de "violações graves dos direitos Humanos e violações do direito internacional em grande escala", incluindo "execuções extrajudiciais, desaparecimentos forçados, estupros e outras formas de violência sexual, prisões e detenções arbitrárias".

A ONU também identificou "ataques contra civis sem envolvimento nas hostilidades, violência destinada a espalhar o terror entre a população civil e ataques contra hospitais ou contra a missão de manutenção da paz".


"Os civis não só foram envolvidos pela violência, mas foram, deliberadamente, alvejados por motivos étnicos", indicou a Minuss, acrescentando que "todas as partes envolvidas no conflito cometeram estupros e violência sexual contra mulheres de diferentes grupos étnicos".

A rivalidade política entre o chefe do regime MM. Kiir e seu ex-vice-presidente Machar, na origem do conflito, serviu para externar velhos rancores entre dinka e nuer, as duas principais comunidades do país, e os combates são acompanhados por numerosas atrocidades e massacres contra ambas as etnias.

Este relatório da Minuss é publicado na véspera de uma reunião agendada entre Kiir e Machar em Adis Abeba, destinada a fazer avançar as negociações de paz que patinam na capital etíope e encontrar uma solução política duradoura para o conflito.

Estas negociações serviram apenas para um cessar-fogo, que não foi aplicado. "Apesar da assinatura de um cessar-fogo em 23 de janeiro, os combates continuam com pouca esperança de que os civis conheçam uma trégua da violência implacável", estima a Minuss.

Notícias Terra
O CORREIO DE DEUS
O CORREIO DE DEUS

This is a short biography of the post author. Maecenas nec odio et ante tincidunt tempus donec vitae sapien ut libero venenatis faucibus nullam quis ante maecenas nec odio et ante tincidunt tempus donec.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO!

Desde já quero informar que todos serão responsabilizados pelos seus comentários!

Comentem mas com pudor e serenidade, pois só serão aceitos comentários que somam para o assunto caso contrário não serão publicados. Críticas são bem vindas desde que tenham coerência no que estão falando. E comentários de links e propagandas de outras páginas não serão publicados também. Temos uma visão conservadora e não desviaremos o foco do pensamento bíblico. Att; SITE O CORREIO DE DEUS

Grato pela atenção de todos.